20/04/2024
 
 
Depois de Cuba, Vila Galé chega a Espanha este ano

Depois de Cuba, Vila Galé chega a Espanha este ano

Vila Galé Jornal i 30/01/2024 13:59

Com 42 hotéis em Portugal, Brasil e Cuba, o grupo Vila Galé teve receitas totais de 275 milhões de euros em 2023, um aumento de mais de 20% face a 2022.

Este ano, a Vila Galé vai reforçar a sua presença internacional, com a chegada a Espanha, onde vai abrir, no próximo mês de abril, o Vila Galé Isla Canela, junto à praia com o mesmo nome, na Costa de la Luz, Huelva, edifício com arquitetura e decoração de influência árabe, com total remodelação das áreas públicas de clientes. Em 2025 e em 2026 proceder-se-á à total remodelação dos quartos.

Espanha será então a quarta geografia onde a marca portuguesa estará presente, depois de Portugal, Brasil e Cuba, país onde se estreou em 2023. Recentemente, a Vila Galé assumiu a gestão do Vila Galé Jardines d’el Rey, em Cayo Paredón Grande, um resort “tudo incluído” a estrear, com 638 quartos, quatro piscinas e sete restaurantes, numa parceria com a Gaviota – Grupo de Turismo, empresa estatal cubana, em cima de uma deslumbrante praia caribenha de águas azuis e cristalinas.

Além do projeto em Isla Canela, onde decorrem obras de renovação em parceria com a Saint Croix HI, proprietária do imóvel, a Vila Galé tem vários outros empreendimentos em curso, tanto em Portugal como no Brasil.

“O ano que passou foi bastante intenso, de muito trabalho e até algum risco, mas ultrapassámos os desafios. E continuámos o nosso desígnio de investir no interior do país, de reabilitar imóveis históricos e de ter hotéis temáticos”, disse o presidente e fundador da Vila Galé, Jorge Rebelo de Almeida.

“Abrimos mais quatro unidades em Portugal, duas das quais foram recuperações de património, em Tomar (convento templário) e em São Miguel, nos Açores. Lançámos um conceito inovador com o Vila Galé Nep Kids, no Clube de Campo Vila Galé. E ainda inaugurámos o agroturismo Vila Galé Collection Monte do Vilar, também em Beja. No Brasil, criámos o Vila Galé Premium, no Vila Galé Marés, na Bahia. E demos passos importantes na expansão internacional, com a entrada em Cuba e o arranque das obras de remodelação em Espanha. Este crescimento vai permitir-nos ganhar escala e massa crítica. E, dessa forma, ter mais capacidade para melhorar a vida de todos os que trabalham na Vila Galé, que é, afinal, o nosso maior objetivo. Continuaremos a apostar na maior valorização profissional e pessoal dos colaboradores”, destacou em comunicado.

O responsável acrescentou ainda que “foi graças ao esforço e empenho das mais de 4.500 pessoas que trabalham na Vila Galé que superámos as expectativas e que, quer em Portugal, quer no Brasil, alcançámos o melhor ano de sempre”.

Com 42 hotéis em Portugal, Brasil e Cuba, o grupo Vila Galé teve receitas totais de 275 milhões de euros em 2023, um aumento de mais de 20% face a 2022.

Em Portugal, onde conta com 31 unidades, o grupo atingiu um volume de negócios de 158 milhões de euros, mais 16,77% do que no exercício anterior, incluindo o impacto dos quatro hotéis abertos no ano passado – Vila Galé Collection Monte do Vilar, Vila Galé Collection São Miguel, Vila Galé Nep Kids e Vila Galé Collection Tomar.

No total, registaram-se mais de um milhão de quartos ocupados e 2,15 milhões de dormidas, com os clientes portugueses a pesarem 38% neste total. Seguiram-se o Reino Unido (14,5%), Alemanha (8%), Irlanda (5%) e Espanha (5%), EUA (2,92%) e Brasil (2,77%).

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline