12/04/2024
 
 
Caso EDP. Mulher de Salgado diz que marido "não tem independência" e chega a perder-se em casa

Caso EDP. Mulher de Salgado diz que marido "não tem independência" e chega a perder-se em casa

Ana Brígida Jornal i 29/01/2024 11:52

Maria João Salgado foi ouvida no processo EDP onde sublinhou a progressão da doença de Alzheimer do ex-banqueiro.

 

A mulher do ex-presidente do Grupo Espírito Santo Ricardo Salgado afirmou, esta segunda-feira, em tribunal que o marido "não tem independência nenhuma" devido à doença de Alzheimer, baralha filhos com netos e chega a perder-se em casa.

Maria João Salgado foi ouvida como testemunha no julgamento do Caso EDP, lembrou o casamento de quase seis décadas com o ex-banqueiro e sublinhou a progressão da doença e que, atualmente, o marido precisa de um acompanhamento constante em praticamente todas as atividades do dia a dia.

"Está doente, a doença infelizmente tem progredido. O Ricardo tem dificuldade em fazer tudo sozinho... Eu tenho de estar com ele para ele ir à casa de banho. Durmo com ele e tenho de estar com atenção porque ele levanta-se de noite e não acende a luz. Custa-me dizer isto do meu marido, mas ele não tem independência nenhuma hoje em dia", disse Maria João Salgado, citada pela agência Lusa.

"Já se tem perdido em casa", afirmou ainda, acrescentando que Ricardo Salgado baralha frequentemente os filhos e os netos. Relatou várias situações da necessidade de acompanhamento do marido e adiantou que já recorreu a uma cuidadora em casa, para poder descansar. “Tinha um marido fantástico e hoje tenho um bebé grande para tratar", salientou.

Questionada sobre a relação de Ricardo Salgado com os outros dois arguidos no processo EDP, o ex-ministro da Economia, Manuel Pinho; e a mulher, Alexandra Pinho, Maria João Salgado sublinhou que o marido falava "muito pouco do trabalho" e que, por isso, não tinha informações sobre a ligação.

Recorde-se que Ricardo Salgado está a ser julgado por corrupção ativa para ato ilícito, corrupção ativa e branqueamento de capitais. Já Manuel Pinho, em prisão domiciliária desde dezembro de 2021, é acusado de corrupção passiva para ato ilícito, corrupção passiva, branqueamento e fraude fiscal, enquanto a sua mulher, Alexandra Pinho, está a ser julgada por branqueamento e fraude fiscal, em coautoria material com o marido.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline