05/03/2024
 
 
A tua única alternativa é votar AD

A tua única alternativa é votar AD

Marta Raimundo 26/01/2024 16:44

Tu não tens pensamentos de extrema, nem para um lado, nem para o outro, até porque esses extremos tocam-se. E caso contrário, não estavas a ler este artigo até aqui. Estás farto/a que Portugal seja assim, farto/a da corrupção, das mentiras, da lata, da falta de vergonha na cara dos governantes socialistas. Então só tens uma alternativa: Vota AD.

Se és moderado/a e pretendes um Portugal melhor, só tens uma alternativa: votar na Aliança
Democrática. Porquê? Vou-te explicar.

És daquele tipo de pessoa que nem vai para a esquerda nem para a direita. És do chamado
centro, então ao dia de hoje, és PSD. Na verdade (e tens dias) consideras-te mais de direita,
uma direita humana, e por isso és CDS-PP.

Defendes que o Serviço Nacional de Saúde não pode deixar de existir, e não só deve como tem
urgentemente de ver mais investimento do que o atual, sendo-te óbvia a falta de recursos não
só humanos, mas também de materiais e infraestruturas. No entanto, és a favor de um
atendimento a tempo e horas, mesmo que isso seja prestado numa entidade não pública.
Sabes o que significa isso? AD.

Achas que têm de haver instituições públicas, nomeadamente no setor da educação (creches,
jardins de infância, escolas primárias, básicas, secundárias e universidades/politécnicos) e
também no setor social (lares e centros de dia, por exemplo). No entanto, não te faz sentido
continuarmos a dar milhões e milhões de euros que pertencem, a nós, contribuintes, a uma
TAP. Uma TAP que não ajuda Portugal, não faz falta e é apenas um buraco negro sem fim. Sabes
quem se alinha contigo? Os partidos da AD!

Preocupam-te as maternidades fechadas, preocupa-te que a idade da reforma esteja sempre a
subir e a subir, preocupa-te o futuro e o futuro dos teus. Sabes o que tens a fazer pois só está
nas tuas mãos mudar de Governo. Está nas tuas mãos eleger a AD.

E o pior de tudo, aquilo que te assombra todos os dias: as contas, despesas, falta de conseguir
poupar, de conseguir comprar ou arrendar uma casa com dignidade. Assombra-te o impacto
das decisões que tomas diariamente. Os impostos! Esses impostos que nunca estiveram tão
altos, que nunca cortaram tanto os salários, nunca dificultaram tanto uma ida às compras ou a
circulação que envolve portagens e combustível.

Estás cansado/a que o teu salário ao final do mês não se traduza no que é suposto. Queres
menos carga fiscal? Então queres-nos a nós.

Evidentemente que, e enquanto ser pensante, sabes que existem Alterações Climáticas e que
estas são um problema, mas também sabes que não é com protestos e latas de tinta que esses
problemas desaparecem, pelo contrário. Sabes, como nós, que as mudanças devem ser
estruturais e profundas, como por exemplo, ao dessalinizar as águas, num país rico em mar.
Incomoda-te a conversa do “politicamente correto” do “hoje em dia não se pode dizer nada” e
sentes-te limitado/a. Por outro lado, também não admites faltas de respeito, falta de inclusão e
de tolerância. És, novamente, moderado/a, e a tua casa é a direita social e responsável. Aquela
direita que olha ao outro, que consegue responder a variadas necessidades, que é justa.
Sublinho, sem censura e/ou pensamentos radicais.

Tu não tens pensamentos de extrema, nem para um lado, nem para o outro, até porque esses
extremos tocam-se. E caso contrário, não estavas a ler este artigo até aqui. Estás farto/a que
Portugal seja assim, farto/a da corrupção, das mentiras, da lata, da falta de vergonha na cara
dos governantes socialistas. Então só tens uma alternativa: Vota AD.

Marta Raimundo

Vice-presidente da Juventude Popular de Setúbal

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline