23/04/2024
 
 
Corte de orelhas dos animais à Rato Mickey causa polémica na China

Corte de orelhas dos animais à Rato Mickey causa polémica na China

Jornal i 27/12/2023 10:55

Uma clínica veterinária está a vender operações de “orelhas do Mickey” para animais de estimação para a chegada do Ano Novo Chinês. Uma prática criticada por outros profissionais e defensores dos animais.

A moda de realizar cirurgias estéticas em animais de estimação para arredondar as suas orelhas para que se pareçam com as do Rato Mickey está a causar polémica na China.

Uma clínica veterinária da cidade central de Chongqing, por exemplo, está a vender, por 300 yuan (38 euros), operações de “orelhas do Mickey” para animais de estimação como “oferta especial” para a chegada do Ano Novo Chinês.

Segundo o  jornal South China Morning Post (SCMP), a oferta ilustra uma tendência que está a suscitar revolta entre os defensores dos direitos dos animais. Estes pedem a proibição deste tipo de operações devido aos danos físicos e psicológicos que podem causar, em especial em cães e gatos.

A operação, que é legal na China, consiste em duas fases: a primeira, que dura meia hora e é efetuada sob anestesia, consiste em aparar cirurgicamente as orelhas do animal para arredondá-las; a segunda é estilizar a forma para que o apêndice auditivo permaneça ereto.

Liu Yudong, diretor do centro veterinário Loving Care International em Pequim, disse, citado pelo SCMP, que a segunda fase dura entre 20 e 60 dias e requer “ajustes frequentes” para garantir que as orelhas permaneçam direitas.

Liu acrescentou ser raro a realização do procedimento em clínicas veterinárias nas grandes cidades, embora seja feito em canis, e que ele e os seus colegas se opõem a este tipo de cirurgia. O responsável argumenta que a principal obrigação profissional é trabalhar para o bem-estar dos animais.

Vários profissionais alertaram também para o impacto desta prática na saúde física e mental dos animais de companhia. Segundo Chen Young, do Hospital Veterinário Lianhe, na cidade de Shenzhen, no sudeste do país, o impacto vai desde os riscos da anestesia até à possibilidade de os animais desenvolverem comportamentos autolesivos devido à dor.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline