01/03/2024
 
 
Presentes de Natal que marcaram as últimas décadas

Presentes de Natal que marcaram as últimas décadas

Joana Mourão Carvalho 03/12/2023 12:14

As listas de Natal dos miúdos mudaram bastante nos últimos 50 anos. Dos brinquedos mais rudimentares à era digital, estes são apenas alguns dos muitos presentes que marcaram a infância de várias gerações entre as décadas de 1970 e 2010.

Anos 70: As figuras de ação da Guerra das Estrelas

Na década de 1970, os ícones do cinema ganharam vida com bonecos que se assemelhavam aos seus personagens nos filmes. O primeiro capítulo da trilogia da Guerra das Estrelas estreou-se em 1977 e tornou-se um fenómeno mundial. Mas só no ano seguinte é que as crianças puderam finalmente brincar com o icónico trio formado por Luke Skywalker, Han Solo e Princesa Leia. Depois de chegarem finalmente às prateleiras foram um sucesso de vendas. O fabricante Kenner, que criou as figuras de ação, vendeu cerca de 300 milhões destes bonecos entre 1978 e 1985.

Anos 70: Quatro em linha e a revolução nos jogos de tabuleiro

Os jogos de tabuleiro sempre foram uma das melhores formas de convívio. Mas o Quatro em Linha veio introduzir uma novidade. Este jogo simples, cujo objetivo consiste em juntar numa linha quatro discos da mesma cor, quer seja na vertical, horizontal ou diagonal, foi patenteado em 1974 e fica para a história dos brinquedos da  década de 1970 porque ergueu o habitual tabuleiro deixando à vista as jogadas do oponente.

Anos 80: O Cubo de Rubik  ou cubo mágico

Criado em 1974 por um professor húngaro para ajudar os seus alunos a entender formas 3D e a mover peças de forma independente, sem que o objeto em si se desmoronasse, o Cubo de Rubik, também conhecido como cubo mágico, tornou-se um autêntico puzzle matemático. O cubo colorido que confundiu e frustrou os consumidores mais avessos à matemática só começou a ser vendido como um brinquedo no início dos anos 80, mas marcou várias gerações.

Anos 80: Transformers e a obsessão com os robots

Os robots alienígenas que se transformavam em veículos surgiram em 1984, quando a fabricante Hasbro decidiu adaptar duas linha de brinquedos da japonesa Takara. Para sustentar a nova linha, foi encomendada uma série de livros de banda desenhada à Marvel Comics. Escusado será dizer que os Transformers foram muito procurados na época do Natal durante os anos 80 e tornaram-se de tal forma populares que nas décadas seguintes originaram séries de televisão e filmes.

Anos 90: o GameBoy e o prenúncio dos videojogos

A consola portátil cinzenta desenvolvida pela Nintendo chegou à Europa em 1990 e foi um sucesso de vendas. Apesar de não ter sido a primeira consola a aparecer no mercado, a variedade de jogos que comportava, como o famoso Tetris, fez do Game Boy o brinquedo de eleição, especialmente entre os rapazes. Nesse Natal, o Game Boy foi o brinquedo mais popular do mercado e um clássico que viria a transformar o mundo dos videojogos por muitos anos.

Anos 90: O tamagotchi ou como cuidar de uma criatura virtual

O Tamagotchi ficou conhecido por ser um animal de estimação virtual dependente do dono e atingiu o sucesso no fim dos anos 90. Foi em 1997 que os pequenos porta-chaves em forma de ovo invadiram os bolsos de crianças e adolescentes com criaturas de que os donos podiam cuidar até à vida adulta. Na altura, com a mínima desatenção, o boneco morria e tinha de se começar de novo. O brinquedo da japonesa Bandai Namco ainda hoje é comercializado.

Anos 2000: As trotinetes de antes e de agora

Apesar de a base de metal onde se colocavam os pés muitas vezes bater nos tornozelos de quem se aventurava a mostrar alguns truques, as trotinetes eram perfeitas para entreter os mais pequenos e, antes da era digital, foram durante muitos anos o presente de Natal ideal, substituindo as bicicletas. Ainda que hoje seja mais associada à mobilidade leve, como um modo de transporte compacto e sem poluição, a trotinete surgiu primeiro como um brinquedo.

Anos 2000: A Wii e como contrariar o sedentarismo

Esta consola da Nitendo de meados dos anos 2000 revolucionou os videojogos e contrariou a teoria de que todos os jogadores eram pessoas sedentárias que ficavam sentadas no sofá. Com estes jogos isso não era possível. O Wii Sports colocou miúdos e graúdos a saltarem à frente de um ecrã e a usar um comando como se fosse uma raquete de ténis ou um taco de basebol. Outros jogos, como o Just Dance, puseram os jovens a dançar ao som de êxitos de música pop.

Anos 2010: O mundo pixelizado do Minecraft 

Lançado em 2011 como um jogo de computador, o Minecraft tornou-se extremamente popular entre os presentes que os jovens desejavam e continua  a ser o jogo eletrónico mais vendido de todos os tempos. Este mundo desenhado intencionalmente em blocos pixelizados recebeu elogios pela liberdade criativa concedida aos jogadores e introduziu milhões de crianças ao mundo digital, na medida em que a sua mecânica básica é análoga aos comandos do computador. 

Anos 2010: A febre com o filme Frozen

A forma arrebatadora como o filme animado da Disney surgiu em 2013 obrigou muitos pais a ter que comprar todo e qualquer brinquedo baseado nas personagens de Frozen. Uma boneca destinada a crianças mais pequenas chamada Snow Glow Elsa foi o segundo brinquedo mais vendido em 2014, arrecadando vários milhões em vendas e o carimbo Frozen dominou entre todos os brinquedos licenciados nesse ano, enchendo os corredores das lojas.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline