01/03/2024
 
 
Ucrânia. Mulher de líder da secreta militar envenenada

Ucrânia. Mulher de líder da secreta militar envenenada

Jornal i 28/11/2023 18:17

No início do ano, Yusov revelou à imprensa ucraniana que Budanov tinha sobrevivido a dez tentativas de assassínio levadas a cabo pelo FSB, o serviço de segurança da Rússia, que invadiu a Ucrânia em fevereiro de 2022.

A mulher do chefe dos serviços secretos militares da Ucrânia está em tratamento hospitalar depois de diagnosticada com envenenamento por metais pesados. Marianna Budanova é mulher de Kyrylo Budanov, líder da GUR, e o envenenamento foi confirmado esta terça-feira pelo porta-voz da agência.

Andrii Yusov não forneceu mais detalhes sobre o caso, nem disse quem poderia estar por trás da tentativa de envenenamento, A imprensa ucraniana, citando fontes no GUR, informou que Budanova está atualmente hospitalizada em Kiev.

No início do ano, Yusov revelou à imprensa ucraniana que Budanov tinha sobrevivido a dez tentativas de assassínio levadas a cabo pelo FSB, o serviço de segurança da Rússia, que invadiu a Ucrânia em fevereiro de 2022. Budanov já tinha dito que a sua mulher mora com ele no seu escritório, o que poderia sugerir que seria o líder da secreta militar o alvo do envenenamento. 

A natureza dos metais pesados responsáveis pelo envenenamento está por revelar, mas os media locais afirmaram que não foram utilizados domesticamente ou em equipamento militar, pelo que o GUR presume que o envenenamento foi intencional, talvez através de alimentos ou bebidas.

Além de Budanova, vários funcionários do GUR também foram diagnosticados com o mesmo envenenamento.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline