03/03/2024
 
 
Inspeção-Geral em Saúde abre inspeção ao caso das gémeas tratadas no Santa Maria

Inspeção-Geral em Saúde abre inspeção ao caso das gémeas tratadas no Santa Maria

Raquel Wise Jornal i 06/11/2023 14:30

Em causa está um tratamento de quatro milhões de euros.

Esta segunda-feira, a Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS) abriu um processo de investigação ao caso das gémeas que vivem no Brasil e que receberam um tratamento de quatro milhões de euros no Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

Numa resposta escrita, enviada à agência Lusa, a IGAS informa que “abriu um processo de inspeção sobre o processo de prestação de cuidados de saúde às duas crianças para verificar se foram cumpridas todas as normas aplicáveis a este caso concreto".

Esta segunda-feira, o Inspetor-Geral, António Carpeto, reuniu-se com o Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, que integra os hospitais Santa Maria e Pulido Valente, "para que este órgão o informe sobre as medidas internas já adotadas e comunicar a ação inspetiva da IGAS".

Em causa está uma reportagem transmitida, esta sexta-feira, pela TVI, segundo o qual duas gémeas luso-brasileiras vieram a Portugal, em 2019, receber o medicamento Zolgensma, um dos mais caros do mundo, para a atrofia muscular espinhal, que totalizou no conjunto quatro milhões de euros.

Segundo a TVI, há suspeitas de que isso tenha acontecido por influência do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que já negou qualquer interferência no caso.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline