29/02/2024
 
 
Santana não gostou de palavras de Marques Mendes

Santana não gostou de palavras de Marques Mendes

Miguel Silva Joana Mourão Carvalho 21/10/2023 18:24

Autarca critica referência à Figueira da Foz como uma terra ‘ali ao lado de Coimbra’.

Ainda longe de se disputarem as eleições presidenciais de 2026, Pedro Santana Lopes e Luís Marques Mendes, que já manifestaram disponibilidade para ponderarem uma eventual candidatura a Belém, protagonizaram esta semana um novo episódio de hostilidade.

Na origem do desentendimento, desta vez, esteve um comentário de Marques Mendes no seu espaço de análise política de domingo à noite, na SIC, em que se referiu à Figueira da Foz como uma terra «ali ao lado de Coimbra». O presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz não gostou e respondeu com um pequeno texto de indignação, intitulado «Ordinarice», publicado na quarta-feira na rede social Facebook. Classificando as palavras de Marques Mendes como «um dito ordinário» e considerando que revelam que este está «incomodado e nervoso», Santana exigiu ao comentador e antigo líder social-democrata «respeito total pela Figueira da Foz».

«Até deu um salto grande nas sondagens manipuladas... Mas ele sabe que é falso, por isso a agitação [...] Não vou responder com a mesma moeda e cometer a ordinarice de falar da terra dele. Tenha tino. Não repita», avisou o antigo primeiro-ministro.

Na semana passada, uma sondagem do ICS/ISCTE para a SIC e o Expresso mostrava que, de uma lista de 17 nomes que reúnem condições para suceder a Marcelo Rebelo de Sousa como próximo Presidente da República, Marques Mendes surgia em quarto lugar, com 3,5 pontos numa escala de 0 a 10, enquanto Santana Lopes se ficava pelos 2,6 pontos, em décimo quarto lugar.

Numa segunda publicação na mesma rede social, Santana Lopes quis depois deixar «bem claro» que o que escreveu «nada tem que ver com qualquer disputa pré- eleitoral», afastando-se  de uma eventual  corrida a Belém em 2026. «Cada vez mais sei e sinto, no estado em que está o mundo, que não quero participar nessa corrida. E estou também convencido de que o comentador da SIC em questão [Marques Mendes] não chegará a ser candidato», acrescentou.

O autarca da Figueira da Foz exigiu novamente um pedido de desculpas de Marques Mendes, defendendo-se: «Eu não fui incorreto com ninguém nem provoquei ninguém».

Horas depois, a querela parecia já estar sanada, com Santana Lopes a confidenciar em nova publicação que Marques Mendes lhe endereçou um pedido de desculpa. «Teve a gentileza de me ligar e de dizer as palavras que esperava de uma pessoa com a educação que, para lá de muitas diferenças e divergências, sempre lhe conheci. Não vou falar do mais que poderá fazer, ele saberá. Por mim, recebi as suas palavras com satisfação», concluiu.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline