24/04/2024
 
 
Messi, a nova estrela americana

Messi, a nova estrela americana

AFP João Sena 09/06/2023 10:58

Com Cristiano Ronaldo na Arábia Saudita e Lionel Messi a mudar-se para os Estados Unidos, o futebol está cada vez mais universal.

Contra quase todas as expetativas, Lionel Messi está a caminho do futebol americano para jogar no Inter Miami, cujo dono é o mediático David Beckham. O clube anunciou a contratação do jogador através de um vídeo publicado nas suas redes sociais com as notícias que foram sendo publicasas em todo o mundo sobre os potenciais interessados em Messi.

O campeão do mundo argentino, de 36 anos, resistiu à paixão de Barcelona e à proposta milionária vinda da Arábia Saudita e vai assinar  um contrato de três anos com a equipa americana, com um ordenado anual de 60 milhões de euros, e torna-se o jogador mais bem pago da Major League Soccer (MLS). Mesmo assim, é uma quantia muito inferior à última proposta apresentada pelo Al Hilal, de 1,5 mil milhões de euros por um contrato de três anos, ou seja, 500 milhões de euros por temporada. Uma loucura!

Para compensar, Messi vai receber uma percentagem das subscrições do serviço de streaming da Apple TV+ sobre a MLS e das vendas da Adidas, marca que equipa os 29 clubes do campeonato americano. A Apple TV+ vai também disponibilizar uma série  documental de quatro episódios sobre a carreira daquele que foi considerado oito vezes o melhor jogador do mundo (Bola de Ouro e The Best FIFA).

Foi essa engenharia financeira que garantiu Messi no futebol americano, embora o jogador tenha afirmado que a decisão nada teve a ver com dinheiro, pois se fosse esse o seu objetivo teria ido para a Arábia Saudita. «Parecia-me muito dinheiro», disse. Segundo o portal The Athletic, Messi tem ainda a opção de ficar com uma percentagem do clube quando se retirar do futebol.

Decidido a deixar o PSG, disse agora que não se sentia bem em Paris, o argentino nunca escondeu o interesse em jogar na MLS no final da  sua carreira, mas sempre com grande vontade em ganhar. Contudo, não vai ter tarefa fácil, pois o Inter Miami está a realizar uma época frustante, ocupa o 15.º e último lugar na Conferência Leste, com cinco vitórias e 11 derrotas nos 16 jogos realizados. O contrato contempla ainda uma cláusula que lhe permite sair no final da primeira ou da segunda época.

Entretanto, o anúncio da contratação de Messi fez disparar, em poucas horas, o número de seguidores do Inter Miami nas redes sociais. Antes do anúncio, o clube tinha um milhão de seguidores no Instagram e, num ápice, passou para 3,5 milhões!

 

Barcelona reagiu

O Barcelona divulgou uma nota onde deseja sorte ao seu maior ídolo e deixou claro que jogador tinha uma proposta dos catalães: «Messi preferiu disputar um campeonato com menos exigências e mais longe do foco e da pressão a que foi submetido nos últimos anos». Esta declaração pode parecer de mau perdedor, mas vem no seguimento das afirmações de Messi aos jornais catalães Mundo Deportivo e Sport, onde revelou que queria ter uma vida mais tranquila. «Tinha medo de voltar a passar pelo mesmo. Estou num momento em que quero sair um pouco do foco e pensar mais na minha família. Foram dois anos em que não foi feliz, não desfrutava e isso afetou a minha vida familiar», afirmou Messi, que já possui uma mansão em Miami.

O jogador admitiu também que recebeu várias propostas de outros clubes europeus, mas que se ficasse na Europa seria sempre no Bacelona.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline