20/04/2024
 
 
Redes sociais. Página salazarista conta com 25 mil seguidores

Redes sociais. Página salazarista conta com 25 mil seguidores

DR Joana Mourão Carvalho 12/05/2023 08:52

Conta nas redes sociais foi criada em 2015 com o nome União Nacional, numa referência à organização política homónima fundada por Salazar para apoio ao regime do Estado Novo. Publicações vão desde elogios ao ditador à reprovação do Chega e da governação socialista.

Talvez por ocasião do 25 de Abril, data em que se assinala a revolução que depôs o regime ditatorial do Estado Novo, uma página tem chamado a atenção nas redes sociais. Trata-se de uma conta de nome União Nacional – numa referência à organização política fundada por Salazar para apoio ao regime do Estado Novo –, que conta 25 mil seguidores no Facebook.

A página que se apresenta como uma organização política, sob o mote «ser União Nacional é ser fiel aos valores do Estado Novo, Deus, Pátria e Família», foi criada em dezembro de 2015, um mês depois de António Costa chegar a primeiro-ministro.

A data não será coincidência, como comprovam as numerosas publicações em tom de crítica à governação socialista, assinadas por Alexandre Sarmento, administrador da página.

«Não temos políticos, nem governantes, temos parasitas dos cofres públicos. Enchem os bolsos e o povo na miséria, dizem que é uma espécie de democracia», lê-se numa dessas publicações amplamente apoiada por uma centena de gostos.

No entanto, os textos inflamados de Alexandre Sarmento não têm apenas como alvo o Governo ou o PS, existindo ainda publicações de reprovação a André Ventura, presidente do Chega, ou ao PCP e à militância comunista.

É, contudo, nos elogios a Salazar que as publicações se centram, não sendo raras as vezes em que é descrito como «o maior estadista na história recente de Portugal».

Além das palavras em glorificação do regime ditatorial e autoritário que vigorou em Portugal durante 41 anos ininterruptos, as publicações também são ilustradas com imagens saudosistas de outrora.

A página de cariz salazarista no Facebook é acompanhada ainda de um blogue homónimo, criado em meados de 2019, onde também são publicados textos em enaltecimento ao ditador. Alexandre Sarmento partilha ainda alguns dos seus desabafos em três outros blogues.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline