08/12/2022
 
 
Fim das especulações. Jennifer Aniston recorda sucessivas tentativas falhadas de engravidar

Fim das especulações. Jennifer Aniston recorda sucessivas tentativas falhadas de engravidar

Jornal i 10/11/2022 10:54

"Eram mentiras", afirmou a atriz, lembrando que chegaram a dizer que o casamento com Brad Pitt terminou porque não lhe dava um filho.

Jennifer Aniston decidiu pôr um ponto final nas especulações acerca do final do casamento com Brad Pitt e sobre o facto de não ter tido filhos.

Numa emotiva entrevista à revista Aluure, a atriz revelou que recorreu várias vezes a fertilizações in vitro, mas sempre sem sucesso, e que foi um caminho “muito difícil”.

"Estava a tentar engravidar. Foi um caminho de desafios", começou por dizer.

"Todos os anos, e anos, e anos de especulações... Foi muito difícil. (…) "Eu fiz fertilização in vitro, eu bebi chás chineses, (ou) o que quiseres. Estava a apostar tudo naquilo", acrescentou.

Jennifer Aniston lamentou também o facto de não ter tomados medidas preventivas acerca da sua fertilidade. "Daria qualquer coisa se alguém me tivesse dito: Congela os teus óvulos. Faz um favor a ti mesma'. Nós simplesmente não pensamos nisso", afirmou.

Para piorar uma situação já complicada, surgiram os rumores de que Brad Pitt se teria divorciado de Aniston, pois a atriz preferiu a carreira à maternidade.

"Eram mentiras", sublinhou, lembrando que a imprensa chegou a noticiar que o casamento terminou porque Aniston não dava um filho a Pitt.

A atriz escolhe este momento para revelar as suas tentativas de engravidas porque “nesta fase” já não tem “nada a esconder”.

Por outro lado, confessou que atualmente sente algum alívio por já ser tarde e não poder fazer mais nada. “Não preciso de pensar mais nisso", afirmou.

"Diria que no final dos meus 30, 40 anos, passei por coisas muito difíceis, e se não fosse por isso, nunca me teria tornado em quem deveria ser", destacou também. "É por isso que sou muito grata por todas essas coisas. Caso contrário, estaria presa e a ser uma pessoa com medo, nervosa, insegura", sublinhou, acrescentando que hoje em dia se sente “melhor com quem é, melhor do que quando tinha 20, 30 ou 40 anos". 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline