17/04/2024
 
 
Mês das Competências Digitais. "Nunca é tarde para dar os primeiros passos na internet"

Mês das Competências Digitais. "Nunca é tarde para dar os primeiros passos na internet"

DR Oficina I | Conteúdo patrocinado 21/10/2022 09:20

MEO e a GNR juntam-se ao Programa EUSOUDIGITAL, contribuindo para a capacitação e inclusão digital segura dos portugueses.

Conteúdo Patrocinado

No âmbito do Mês das Competências Digitais, uma iniciativa nacional promovida pelo INCoDe.2030 e que visa incrementar a digitalização das pessoas e das organizações, o MEO e a Guarda Nacional Republicana (GNR) juntam-se ao Programa EUSOUDIGITAL contribuindo de forma ativa para a capacitação e inclusão digital segura dos portugueses.

Assim, esta semana, o auditório da Altice Portugal, em Picoas, abriu as suas portas ao EUSOUDIGITAL, uma ação de formação digital que junta colaboradores-voluntários do MEO e da GNR. Este importante evento, teve o propósito de ajudar, de forma simples e gratuita, pessoas com mais de 45 anos que quiseram dar os primeiros passos na internet de forma segura.

O MEO, enquanto marca de causas, acolhe esta ação de formação no seu edifício sede, envolvendo os seus colaboradores que, de forma voluntária, ensinaram a dezenas de adultos não digitais, diversos conteúdos relacionados com a internet: pesquisar e navegar na internet, criar uma identidade digital, criar uma conta pessoal numa rede social ou usar o correio eletrónico, tudo em segurança e de forma privada. 

Foram temas como a segurança, a confiança e a proximidade com a comunidade que serviram de mote para a parceria que foi formalizada entre a GNR e o Programa EUSOUDIGITAL. 

Desde o dia 1 de outubro, e ao longo de todo o mês, em todo o território nacional, a GNR realiza a Operação “Censos Sénior 2022”, que conta já com 12 edições. 

Com o propósito de sinalizar as pessoas idosas em situação vulnerável, que vivem sozinhas e/ou isoladas, este ano os militares da GNR serão também Mentores EUSOUDIGITAL e irão sensibilizar e capacitar milhares de pessoas idosas para a utilização dos meios digitais de forma segura.

O evento contou com a presença do Secretário de Estado para Digitalização e Modernização Administrativa, Mário Campolargo, o Comando Operacional da GNR, Brigadeiro-General Manuel Fernandes Borlido da Rocha, o Chief Sales Officer B2C da Altice Portugal, João Epifânio, a Coordenadora do Programa EUSOUDIGITAL, Elisabete Macieira, e dezenas de alunos e mentores.

O EUSOUDIGITAL tem como missão, até ao final de 2023, promover a literacia digital de centenas de milhares de adultos em Portugal, que nunca utilizaram a internet, através da promoção de ações de formação. Esta é uma medida inscrita no Plano de Ação de Transição Digital, uma iniciativa que junta o Estado Português através da Estrutura de Missão Portugal Digital, a Caixa Geral de Depósitos e o MUDA – Movimento pela Utilização Digital Ativa.

O programa está assente numa rede nacional de milhares de voluntários/mentores, apoiada em centros espalhados por todo o país, pronta a ajudar todos os portugueses que queiram dar os primeiros passos na internet, criando, assim, uma nova geração de alunos digitais.

Mais do que ligar as pessoas através da internet, este programa de âmbito nacional pretende combater o isolamento e tornar mais fácil o dia a dia dos portugueses. A infoexclusão é uma forma de exclusão social. Participar na capacitação digital destes milhares de adultos que nunca tiveram acesso à internet é contribuir para um Portugal mais justo, inclusivo, autónomo e avançado. 

‘Promover uma prática inclusiva’ João Epifânio, CSO B2C Altice Portugal, lembra que o MEO é um membro fundador do programa EUSOUDIGITAL, “com quem colaboramos deste o seu início e que visa naturalmente capacitar todos aqueles que de alguma forma tiveram menos contacto com as chamadas novas tecnologias, de poderem fazer as aprendizagens básicas e depois naturalmente poder prosseguir, garantindo assim também uma maior amplitude de utilização, de comunicação e também proximidade, seja com familiares, amigos ou pura e simplesmente poder acompanhar as dinâmicas, os conteúdos que vão sendo disponibilizados”.

E acrescenta que, no Dia Mundial da Dignidade, foi isso mesmo que se celebrou: “A união de esforços entre duas entidades, pública e privada – algo que deve ser estimulado e acontecer com maior recorrência – numa iniciativa que junta voluntários da MEO, bem como voluntários da GNR, e que na realidade, visa de uma forma generosa, promover uma prática inclusiva, promovendo a digitalização junto de pessoas e concidadãos que não estão tão familiarizados com as tecnologias”. E acrescentou: “Claro que o objetivo, muito repetido em diferentes circunstâncias, também tem algum espírito militar, diria, ou de origem militar, o de não deixar ninguém para trás. E é esse o papel aqui que nos cabe, enquanto empresa líder, uma das maiores empresas do país, dar retorno, retornar à sociedade também uma parte daquilo que a sociedade nos dá”, disse. 

Por sua vez, o Brigadeiro-General Manuel Fernandes Borlido da Rocha, do Comando Operacional da GNR, defendeu a honra de se assinar o protocolo de celebração entre a GNR e o programa EUSOUDIGITAL, “para que em conjunto desenvolvamos esforços para capacitar os nossos idosos para uma inclusão digital segura”, destacando a importância de assinalar esta parceria num mês duplamente simbólico: “Por um lado, o mês das competências digitais, e por outro, o mês do idoso”, disse, acrescentando que “desde o ano 2011 que a Guarda Nacional Republicana dedica este mês à população idosa através da operação “Censos Sénior” que tem como objetivo sinalizar as pessoas mais velhas, em situação vulnerável, que vivem sozinhas e/ou isoladas, sensibilizando-as para a adoção de comportamentos de segurança para sua própria proteção”.

E deu dados acrescentando que, na última edição, “através dos cerca de 400 militares que temos alocados nas secções de prevenção criminal e policiamento comunitário, foram sinalizados em todo o território nacional 44.484 idosos nestas circunstâncias”, disse, agradecendo ao administrador da MEO o acolhimento e o “percurso de proximidade que temos tido entre as nossas instituições”.

E para Mário Campolargo, Secretário de Estado para Digitalização e Modernização Administrativa, as palavras de agradecimento foram pas os militares da GNR e mentores e colaboradores MEO “porque apesar de normalmente estes agradecimentos ficarem sempre para o fim, esta iniciativa é o início de algo muito importante, assim como o protocolo” assinado. “O caminho é longo, e o caminho do sucesso de uma iniciativa como a do EUSOUDIGITAL, que no fundo quer construir uma nova sociedade na qual não fique ninguém para trás, é um caminho ainda mais longo. Mas esta é uma etapa importante. E nós, enquanto sociedade e humanos, vivemos também de momentos simbólicos, e este é particularmente um momento simbólico. Ninguém, e nenhum populacional, foi tão afetado com este flagelo da pandemia como os nossos idosos, sobretudo aqueles que verdadeiramente estavam ou se sentiam mais isolados, e que tiveram que lidar ainda mais com essa solidão e com esse isolamento”, disse, acrescentando que “neste momento, e não esqueçamos que não é tão distante no passado, neste contexto, este distanciamento foi tantas vezes diminuído graças a vocês, militares da GNR”.

E a coordenadora do Programa EUSOUDIGITAL, Elisabete Macieira, lembrou a parceria de longa data com o MEO e acrescentou: “Este projeto nasceu com a missão de tornar os portugueses mais digitais, independente da idade. Em Portugal ainda temos 16% da população que não sabe utilizar a internet e é nosso desígnio fazer com que estes cidadãos entrem neste novo mundo, que é o mundo digital”.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline