06/02/2023
 
 
Portugal saúda acordo entre Israel e Líbano que "promove paz" e "segurança"

Portugal saúda acordo entre Israel e Líbano que "promove paz" e "segurança"

Jornal i 13/10/2022 22:16

Em causa está o acordo que prevê que o campo 'offshore' de Karish esteja sob controlo israelita e que as reservas de Cana, localizadas mais a nordeste, sejam concedidas ao Líbano.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros de Portugal, saudou esta quinta-feira o acordo conseguido entre Israel e Líbano sobre a delimitação das suas fronteiras marítimas. 

"Portugal saúda o acordo alcançado entre o Líbano e Israel para a delineação da sua fronteira marítima. A sua implementação gerará novas oportunidades e promoverá a paz, prosperidade e segurança" em ambos os países, pode ler-se num tweet do ministério. 

 

Portugal welcomes the agreement between Lebanon and Israel on the delineation of their maritime boundary. Its implementation will generate new opportunities and promote peace, prosperity, and security in 🇱🇧, 🇮🇱 and in the region as a whole. https://t.co/vOsqbmhVYN

— Negócios Estrangeiros PT (@nestrangeiro_pt) October 13, 2022

 

Em causa está o acordo que prevê que o campo 'offshore' de Karish esteja sob controlo israelita e que as reservas de Cana, localizadas mais a nordeste, sejam concedidas ao Líbano. Porém, como parte desse depósito ultrapassa a futura linha de demarcação, o Estado judaico receberia uma parte da receita futura da exploração de Cana, segundo Israel. A empresa de energia francesa Total garantiu ao Líbano os preparativos para a exploração desse campo. 

 Michel Aoun, Presidente do Líbano, anunciou que o seu país aprovou o acordo de demarcação da fronteira marítima com Israel, decisão essa que nasce de várias negociações conduzidas pelos EUA e que deverá permitir o início da prospeção de hidrocarbonetos. "Este acordo indireto responde às exigências libanesas e garante todos os nossos direitos", assegurou Aoun.

 

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline