29/11/2022
 
 
Harvey Weinstein começa a ser julgado por novas acusações de agressão sexual em Los Angeles

Harvey Weinstein começa a ser julgado por novas acusações de agressão sexual em Los Angeles

AFP Jornal i 10/10/2022 17:43

O ex-produtor de cinema enfrenta 11 novas acusações de abuso sexual, incluindo casos de violação e sexo oral forçado.

Durante décadas, foi um dos produtores de cinema mais adorados de Hollywood. De há uns anos para cá, ninguém pode ouvir falar do seu nome. E, esta segunda-feira, o tribunal de Justiça local começa a julgá-lo pelos seus crimes de abuso sexual. 

Harvey Weinstein, já havia sido condenado a 23 anos de prisão em Nova Iorque por uma série de agressões sexuais. As acusações começaram em outubro de 2017 e ganharam força com o movimento #MeToo, que incentivou mulheres a denunciarem casos de abuso sexual nos bastidores de Hollywood. 

Por conta disso, em 2020, Harvey Weinstein acabou por ser condenado (as acusações foram feitas por quase 90 mulheres, entre elas, grandes nomes da indústria, como as atrizes Angelina Jolie, Salma Hayek e Gwyneth Paltrow). 

Agora, novas acusações determinarão se o ex-produtor também é culpado em 11 outros casos. 

As acusações incluem os crimes de violação e sexo oral forçado que, segundo a AFP, aconteceram entre 2004 e 2013 em hotéis de Beverly Hills e Los Angeles. A expectativa é que o julgamento dure cerca de dois meses. 

Se for condenado, o ex-produtor de cinema - que se declarou inocente de todas as acusações - pode ser sentenciado a mais 140 anos atrás das grades.

Weinstein afirma que todos os encontros sexuais foram consensuais e o seu advogado disse à imprensa que as acusações de Los Angeles "são de muitos anos atrás" e não podem "ser corroboradas por evidências forenses" ou "testemunhas confiáveis".

A seleção do júri começa esta segunda-feira num tribunal do centro de Los Angeles.

 

 

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline