03/12/2022
 
 
Veleiro abalroado por orca ao largo da costa de Cascais

Veleiro abalroado por orca ao largo da costa de Cascais

Dreamstime Jornal i 07/10/2022 09:45

Embarcação, que levava dois suecos a bordo, ficou com um dos lemes partidos. Situação não é inédita.

Os abalroamentos de embarcações por cetáceos parecem estar a tornar-se cada vez mais frequentes. Um veleiro com duas pessoas de nacionalidade sueca a bordo teve ontem de receber apoio após um encontro com uma orca em alto mar, entre o cabo da Roca e o cabo Raso. O barco chegou a Cascais por volta das 18h30, acompanhado por um barco de apoio, enviado pelo Maritime Rescue Control Center de Lisboa.

Segundo o Diário de Notícias, “o veleiro terá tido contacto com uma orca, partiu um dos lemes, mas entretanto começou a navegar rumo a Cascais com um barco do Instituto de Socorros a Náufragos a auxiliar e a prestar apoio”. Entretanto, “uma embarcação privada, Santa Maria Manuela, que segue com uma expedição a bordo, também se dirigiu para o local para um eventual salvamento”, noticiou o DN, uma precaução que acabou por não se revelar necessária.

Situações como esta não constituem uma novidade. Por exemplo, no dia 31 de julho, a Marinha Portuguesa ajudou a resgatar cinco pessoas ao largo da costa de Sines, que estavam num veleiro que afundou, também após um encontro com orcas, como anunciou o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo (MRCC) da Marinha portuguesa. 
Os cinco tripulantes encontravam-se “na balsa salva-vidas depois de o veleiro onde seguiam ter afundado após encontro com orcas, a cerca de seis milhas, o equivalente a 11 quilómetros, de Sines”, no distrito de Setúbal. O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo (MRCC) de Lisboa recebeu contacto do veleiro pelas 00h03.

Por outro lado, no ano passado, a 19 de outubro de 2021, uma embarcação de pesca foi danificada por um grupo de orcas em Setúbal. O fundo do barco e o leme ficaram destruídos. O presidente da cooperativa de pesca Sesibal, Ricardo Santos, em declarações à agência Lusa, adiantou que os tripulantes do Boa Estrela entraram em pânico, tendo chegado a recear que as orcas conseguissem virar a embarcação, mas acabaram por escapar ilesos, tendo a embarcação sido rebocada. 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline