28/09/2022
 
 
Rússia. Putin e Xi Jinping reúnem-se pela primeira vez desde início da invasão

Rússia. Putin e Xi Jinping reúnem-se pela primeira vez desde início da invasão

AFP Hugo Geada 16/09/2022 08:48

O Presidente da Rússia afirmou desprezar as tentativas de criar um “mundo unipolar” e apoiava a política de “Uma China”.

O Presidente russo Vladimir Putin, reuniu-se com o seu homologo chinês, Xi Jinping, no Uzbequistão, durante uma cimeira sobre a Organização de Cooperação de Xangai, onde tiveram a primeira conversa desde o início da invasão da Rússia na Ucrânia.

Neste diálogo, Putin elogiou a “posição equilibrada” de Pequim sobre a Ucrânia e afirmou desprezar as tentativas de criar um “mundo unipolar”. 

“As tentativas de criar um mundo unipolar tomaram recentemente uma forma absolutamente desprezível e são totalmente inaceitáveis”, disse Putin. “Apreciamos muito a posição equilibrada dos nossos amigos chineses, na crise ucraniana”, explicou Putin, dizendo que entende as preocupações de Pequim sobre a invasão e mostrando-se disponível para explicar a sua posição.

Apesar de Pequim não ter apoiado ou criticado a invasão russa, estes tem expressado repetidamente o apoio a Moscovo perante as sanções ocidentais.

Xi disse que o mundo está a enfrentar “mudanças colossais sem precedentes na história” e que a Rússia e a China trabalhariam juntas para “dar o exemplo de uma potência mundial responsável e desempenhar um papel de liderança em trazer um mundo em rápida mudança para um caminho de desenvolvimento sustentável e positivo”, cita a agência Tass.

Além da invasão russa também foi abordada as tensões entre a China e Taiwan. O presidente da Rússia disse ao líder chinês que Moscovo apoia a política de “Uma China” de Pequim e que se opõe às “provocações” dos Estados Unidos no Estreito de Taiwan, acrescentando ainda que a Rússia valoriza a “posição equilibrada” da China na Ucrânia.

“Condenamos a provocação dos Estados Unidos”, disse Putin, sublinhando que Moscovo respeita a tese da unidade da China, apoiando os esforços para que Taiwan seja parte integrante do território chinês.

“Estou convencido de que nossa reunião de hoje dará um impulso adicional ao fortalecimento da parceria estratégica entre a Rússia e a China”, acrescentou Putin.

Após a reunião, Putin fez questão de mencionar que o volume de negócios entre a China e a Rússia aumentou 35% no ano passado.

Kryvyi Rih em risco de inundação A terra natal do Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, Kryvyi Rih, no centro da Ucrânia, está sob ameaça de inundação depois de ter sido alvo de um ataque russo que danificou uma infraestrutura hidráulica e provocou a subida de um rio 

Um bombardeamento russo com oito mísseis de cruzeiro na quarta-feira acertou numa infraestrutura civil de água da cidade, disse o chefe da administração militar de Krivyi Rih, Oleksandr Vilkul, citado pela Reuters, que acrescentou ainda que 112 casas foram inundadas.

No entanto, apesar de ter sido reportada mais um lançamento durante o dia, a cidade já anunciou que está a realizar obras para reparar a barragem no rio Inhulets e que “as inundações estavam a diminuir, numa altura em que ainda não foram registadas nenhumas vítimas. 

O presidente ucraniano disse que o ataque de Moscovo foi uma “tentativa de inundar Kryvyi Rih”. “O Estado terrorista continua a travar uma guerra contra civis. (...) Tudo o que os ocupantes podem fazer é semear o pânico, criar uma situação de emergência, tentar deixar as pessoas sem luz, calor, água e comida”, realçou o presidente ucraniano.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline