06/02/2023
 
 
Newcastle. Os Geordies querem voltar a ser o orgulho da Toon e do Tyne!

Newcastle. Os Geordies querem voltar a ser o orgulho da Toon e do Tyne!

Afonso de Melo 01/09/2022 20:44

Um fundo saudita adquiriu o Newcastle FC por 300 milhões de Libras e promete fazer regressar o clube aos tempos de glória.

The Toon – The Town. É assim que os geordies, com aquele terrível sotaque das docas do norte de Inglaterra, que faz sombra ao dos scousers de Liverpool, se referem à sua cidade de Newcastle upon Tyne, assim mesmo, com menção ao rio que a atravessa porque há nada menos de cinco cidades com o nome de Newcastle no Reino Unido, um aborrecimento para os orgulhosos habitantes do condado de Tyne e Wear.

Já a expressão geordie, que carimba os naturais da região, também se alarga à linguagem falada pelos originais anglo-saxões que ocuparam a zona, juntando-se aos pictos para combaterem as legiões romanas.

Pois há, neste momento, por entre os geordies um sentimento de orgulho (que se tem mantido desde a fundação do clube em 1892, graças à fusão do Newcastle East End Football Club e do West End Newcastle Football Club), sobretudo após a intervenção económica recente, de 7 de outubro de 2021, por parte de um fundo saudita, que comprou o clube pela ninharia de 300 milhões de libras.

E com o dinheiro do petróleo a escorrer pelas ruas da Toon, os Magpies (Corvos, como também são conhecidos) já sonham em repetir os êxitos de 1904–05, 1906–07, 1908–09 e 1926–27 (quando foram campeões de Inglaterra), de 1909–10, 1923–24, 1931–32, 1950–51, 1951–52 e 1954–55 (quando venceram a Taça de Inglaterra) ou de 1968–69 (quando conquistaram a velha Taça das Cidades com Feira, único troféu internacional do clube). Mohammad bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita personifica a esperança. Afinal o Toon Army é, agora, um dos clubes mais ricos do mundo e pronto a investir a sério no mercado internacional.

É verdade que, nas últimas décadas, os geordies têm saído frustrados e vários investimentos entretanto feitos no clube. Promessas leva-as o vento. E por vezes em dias de grande festa, como o de ontem, em que receberam um dos grandes candidatos ao título, o Liverpool de Jürgen Klopp.

Glória! Apesar de ter tido, não há muitos anos, jogadores com o carisma de Kevin Keegan, Alan Shearer ou Michael Owen, a fase mais gloriosa do Newcastle foi no início do século passado. Na longínqua época de 1903-04, os geordies construíram uma equipa que ficou famosa pela qualidade e excentricidade do seu estilo.

Ao contrário do que era habitual nas suas congéneres inglesas, o Newcastle virou-se mais para norte, para a Escócia, e seguiu os ensinamentos de técnicos que privilegiavam o futebol jogado junto ao solo, em passes constantes, em detrimento do institucional kick-and-rush. Não apenas foram ao encontro do gosto do público, que passou a encher com frequência o St. James Park, como dominou o association inglês durante cerca de dez anos.

Nomes como os de Bill McCracken, Jimmy Howie, Peter McWilliam e Andy Aitken andavam de boca em boca e eram admirados até por quem nunca os tinha visto jogar. Três vezes campeões e cinco presenças na final da Taça de Inglaterra eram bem demonstrativos da superioridade do Newcastle em relação aos demais. E em 1908, apesar de uma das maiores humilhações da sua história, com uma derrota caseira frente aos vizinhos sulistas do Sunderland por 1-9, também conseguiram ser campeões.

Newcastle passa por ser, igualmente, o berço de vários jogadores considerados pelos ingleses como excitantes, um termo que não deixa de ter a sua pilhéria. Talvez o mais popular de todos eles tenha sido um tal de Paul Gascoigne, conhecido pelo nickname de Gazza, que explodiu como um talento natural na equipa principal de 1985-86, com 18 anos, treinado pela velha Girafa, Jack Charlton.

Os geordies tinham acabado de regressar à I Divisão, conseguiram uma posição final confortável, mas Gascoigne não tardou a ser transferido para o Tottenham por 2,2 milhões de Libras. Talvez a partir de agora a equipa da Toon tenha mais capacidade para conservar as suas estrelas.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline