26/09/2022
 
 
PJ deteve dois jovens suspeitos de atearem vários incêndios em Aveiro e Vagos

PJ deteve dois jovens suspeitos de atearem vários incêndios em Aveiro e Vagos

Jornal i 12/08/2022 10:47

Todos os incêndios foram ateados por chama direta e sem qualquer motivo racional, indicou a Polícia Judiciária. 

Dois jovens, de 17 e 20 anos, foram detidos pela Polícia Judiciária (PJ) por serem presumíveis autores de oito crimes de incêndio e incêndio florestal, que aconteceram nos dias 27, 28 e 29 de julho e no 07 de agosto em várias localidades em Aveiro e Vagos.

Em comunicado, a PJ explicou que todos os incêndios em questão foram ateados através de chama direta “em terrenos agrícolas bem como em terrenos florestais e ainda numa casa devoluta”.

Nenhum dos incêndios gerou grande destruição, devido à ação rápida dos populares e ao combate das corporações de bombeiros.

A autoridade judiciária assinalou que estes acontecimentos foram criados “sem qualquer motivação racional aparente e num quadro de motivos de extrema futilidade”.

Os detidos, que não têm qualquer ocupação profissional, foram presentes ao primeiro interrogatório judicial, no qual lhes foi decretada a medida de coação de obrigação para apresentações todas as semanas nas autoridades policiais.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline