13/08/2022
 
 
Harry Styles. Um dos maiores fenómenos da música pop

Harry Styles. Um dos maiores fenómenos da música pop

Daniela Soares Ferreira 06/08/2022 18:16

A sua primeira aparição ao público aconteceu em 2010 no programa X Factor. Tinha apenas 16 anos mas muito para mostrar. Desde essa altura e até aos dias de hoje, o seu percurso escalou e os seus sucessos falam por si. Harry Styles é dos músicos da sua geração mais acarinhados e já soma várias conquistas. Com três discos editados, o cantor soma e segue.

É , sem sobra de dúvida, um dos maiores ícones da música pop da atualidade. E são poucos os que ainda não ouviram falar no seu nome, independentemente de se gostar ou não do estilo musical. Harry Styles está nas bocas do mundo e o lançamento do seu mais recente álbum é a prova viva.

O jovem cantor britânico esteve recentemente em Portugal e fez as delícias dos fãs. Um concerto esgotado rapidamente –os bilhetes voaram quase literalmente – e que deu para tudo: pedidos de casamento e pastéis de nata, doce tão típico português de qual o cantor se mostrou fã (Quem não gosta, não é?).

É pela sua voz que se conhecem temas como Watermelon Sugar, Golden e Adore You – músicas que já passaram nos mil milhões de visualizações – e, apesar da tenra idade, conseguiu, no ano passado, o feito de se tornar o primeiro artista a solo masculino a superar 100 milhões de streams em todas as músicas disponíveis no Spotify. E também ganhou Grammy de ‘Melhor Performance Solo Pop’ pela tão conhecida Watermelon Sugar.

Mas antes de todo este sucesso e de chegar ao auge da sua carreira com músicas que nos ficam claramente no ouvido, Harry Styles palmilhou um longo caminho. Tudo começou muito cedo: desde criança que era fascinado por música. Sempre gostou muito de cantar e até foi vocalista de uma banda na sua escola, White Eskimo, tendo conquistado assim vários concursos.

As suas influências são nomes de grande peso no panorama musical: Freddie Mercury, Elvis Presley e Beatles.

Foi em 2010 que se tornou conhecido do público quando participou no programa X Factor.

Na altura – segundo um vídeo recentemente divulgado – tentou impressionar os jurados do programa com Hey Soul Sister, dos Train, mas foi interrompido por Simon Cowell que queria ouvi-lo sem instrumental. E Harry Styles acabou por cantar Isn’t She Lovely de Stevie Wonder – atuação que foi transmitida.

 Depois da sua prestação, os caminhos abriram-se e integrou, mais tarde, a banda One Direction, ao lado de Zayn Malik, Liam Payne, Louis Tomlinson e Niall Horan, grupo abençoado pelo produtor Simon Cowell.

Durante muitos anos, a boysband foi um grande sucesso um pouco por todo o mundo e as músicas ainda hoje são ouvidas, mas foi em 2017 que o cantor britânico, nascido em 1994, lançou o seu álbum solo de estreia autointitulado pela Columbia Records. Foi um dos dez álbuns mais vendidos do mundo nesse ano. O seu segundo álbum Fine Line (2019) estreou no topo da Billboard 200 dos EUA com a maior estreia de um artista masculino britânico, e foi o álbum mais recente a ser incluído nos “500 Maiores Álbuns de Todos os Tempos” da Rolling Stone em 2020.

Mas os sucessos não se ficam por aqui. O quarto single, Watermelon Sugar, liderou a Billboard Hot 100 dos EUA.

Dos mais recentes êxitos – As it Was – tem sido também um grande sucesso.

Ao longo de sua carreira, a jovem estrela recebeu vários prémios, incluindo dois Brit Awards, um Grammy Award, um Ivor Novello Award e um American Music Award.

É também conhecido por ser um amante de moda, fervoroso defensor da igualdade e da comunidade LGBTI e de causas solidárias.

Mais recentemente, Harry Styles esteve também nas bocas do mundo pelo seu relacionamento com Olivia Wilde, que teve início no ano passado. O anúncio aconteceu quatro meses depois de o músico se ter juntado ao elenco do filme da atriz, Don’t Worry Darling. Os dois mantiveram o romance em segredo durante algum tempo. Recorde-se que a atriz é 10 anos mais velha que Harry Styles.

À altura em que estamos a fechar este texto, Harry Styles voltava a bater um recorde: a música Sign of the Times, lançada em 2017, superou os mil milhões de visualizações. Parabéns, Harry!  l

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline