12/08/2022
 
 
Direito de Resposta e de Retificação de Ricardo Veludo à notícia "Medina nomeou ex-diretor investigado por corrupção", da autoria de José Miguel Pires, publicada no Jornal i na edição de 30/07/2022

Direito de Resposta e de Retificação de Ricardo Veludo à notícia "Medina nomeou ex-diretor investigado por corrupção", da autoria de José Miguel Pires, publicada no Jornal i na edição de 30/07/2022

Ricardo Veludo 05/08/2022 13:01

A notícia foi publicada sem me contactarem, apesar de ser referido o meu nome na manchete e restante conteúdo, a despropósito do tema. Tendo-se baseado numa notícia do jornal Correio da Manhã (CM) já com 11 meses, que é citada, mas sem a diligência elementar de mencionar esclarecimentos aí constantes e o direito de resposta publicado a 6/9/2021 no mesmo jornal e CMTV.

Esclareço que estas investigações do Ministério Público (MP) não se dirigem à minha pessoa, nem a atos por mim praticados, conforme foi confirmado pelo MP, em ofício de 17/9/2021, na sequência do meu requerimento para divulgação pública e integral da escuta telefónica que estava a ser feita, não à minha pessoa, mas a quem me contactou.
0 MP recusou a divulgação das escutas, invocando que o signatário não tinha “qualidade de interveniente processual, conforme elenco no artigo 89.º n.º 1 do CPP”, ou seja, porque não era “o arguido, o assistente, o ofendido, o lesado e o responsável civil”.

Reitero, de forma inequívoca, que nunca fiz quaisquer promessas de favorecimento nem quaisquer atos ética ou legalmente censuráveis. Aliás, as invocadas escutas da PJ relatam desagrado de quem entendia ter perdido influência desde que eu tinha iniciado funções como Vereador do Urbanismo.

Enquanto Vereador, implementei medidas de reorganização e de gestão que reforçam transparência e qualidade das decisões, como poderão testemunhar os trabalhadores dos Serviços de Urbanismo e os então Vereadores.

Os leitores têm direito à verdade dos factos e a uma interpretação rigorosa sobre os mesmos. Não foi o que aconteceu neste trabalho, ao terem associado o meu nome a uma investigação de corrupção que não me diz respeito e que ofende a minha reputação profissional e pessoal.

O jornal deve apresentar desculpas públicas e retirar a menção ao meu nome da notícia nos canais on line.

Ricardo Veludo

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline