07/02/2023
 
 
Fim da situação de alerta no território continental

Fim da situação de alerta no território continental

Bruno Gonçalves Jornal i 21/07/2022 20:13

A decisão foi tomada com a palavra de vários ministérios e do presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil. Prevê-se uma alteração favorável do quadro meterológico. 

A situação de alerta devido ao perigo de incêndio não vai ser renovada, pelo que vai terminar às 23h59 desta quinta-feira em território nacional, anunciou o ministro da Administração Interna.

Segundo José Luís Carneiro, em conferência de imprensa, a decisão foi tomada em conjunto com os Ministérios da Defesa, do Ambiente, da Agricultura, da Saúde e o presidente da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, tendo em conta que, nos próximos dias, prevê-se “uma baixa média nas temperaturas entre os cinco e os 10 graus, a humidade aumentará entre mais 10 e 20%, e os ventos serão mais húmidos”.

Desta forma, as restrições passar a funcionar a nível regional e “de acordo com a classificação do perigo de incêndio rural publicado pelos organismos do Estado", indicou o ministro.

Não obstante, o governante assegurou que “todo o dispositivo se mantém em prontidão” e que "serão feitos pré-posicionamentos para apoio às regiões de maior perigo" de incêndio.

Também pediu "à população em geral, e particularmente às populações que vivem no mundo rural, para que haja todo o cuidado no uso de máquinas agrícolas e florestais" e recordou que está em vigor a "proibição do uso de fogo nos municípios com risco de incêndio muito elevado e máximo".

José Luís Carneiro afirmou ainda que, no domingo de manhã, será feita “uma reavaliação das condições que permitirão manter esta decisão ou, se necessário e eventualmente, alterar" a mesma, "para outros níveis de decisão política".

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline