04/12/2022
 
 
Bielorrússia prepara ilegalização de sindicatos independentes

Bielorrússia prepara ilegalização de sindicatos independentes

Jornal i 19/07/2022 16:11

A decisão foi adotada após um pedido da Procuradoria-Geral da Bielorrússia e afeta o funcionamento, entre outros, do Sindicato Livre Bielorrusso, o Sindicato Livre dos Metalúrgicos e o Congresso Bielorrusso dos Sindicatos Democráticos. 

O Tribunal Supremo da Bielorrússia proibiu a atividade a uma dezena de sindicatos independentes acusando-os de terem "atividades destrutivas", informou hoje a agência oficial de Minsk, BELTA.

 

A decisão foi adotada após um pedido da Procuradoria-Geral da Bielorrússia e afeta o funcionamento, entre outros, do Sindicato Livre Bielorrusso, o Sindicato Livre dos Metalúrgicos e o Congresso Bielorrusso dos Sindicatos Democráticos. 

De acordo com a agência BELTA, o Supremo determinou que os dirigentes e alguns membros destes sindicatos "participaram em atividades destrutivas, manifestações e alterações da ordem pública assim como pela difusão de informação de caráter extremista". 

Segundo o Supremo Tribunal, os sindicatos não cumpriram as funções de defesa dos direitos laborais e sociais dos associados. 

A Procuradoria-Geral de Minsk informou que iniciou processos judiciais e administrativos nos casos em que considera terem-se verificado ilegalidades. 

Os sindicatos independentes participaram nos protestos na Bielorrússia após as presidenciais de 2020 em que Alexandre Lukashenko proclamou a vitória apesar das acusações de fraude por parte da oposição. 

As manifestações e os protestos foram violentamente reprimidos pelas autoridades da Bielorrússia.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline