04/12/2022
 
 
OMS revela que mais de mil crianças já foram afetadas pela hepatite aguda infantil

OMS revela que mais de mil crianças já foram afetadas pela hepatite aguda infantil

Dreamstime Jornal i 14/07/2022 17:15

A organização frisa que “o número real de casos pode estar subestimado”, “devido à limitada monitorização de adenovírus na maioria dos países”.

 

A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou, na quarta-feira, que 21 países na Europa já registam 484 casos de hepatite aguda infantil - quase metade do total a nível mundial -, sendo que 272 estão localizados no Reino Unido. “No topo da lista, estão os EUA, com 334 casos registados”, informou a organização, apontando que os sintomas mais comuns desta hepatite pediátrica de origem desconhecida são “vómitos, icterícia, fraqueza generalizada e dores abdominais”, e que o período médio entre o aparecimento dos sintomas e o internamento hospitalar é de “quatro dias”.

Além disso, as análises laboratoriais da OMS adiantam que o adenovírus “é o patógeno mais frequentemente detetado" em crianças com hepatite infantil, tendo sido encontrado em cerca de 52% dos casos na Europa.

No entanto, a organização frisa que “o número real de casos pode estar subestimado”, “devido à limitada monitorização de adenovírus na maioria dos países”.

Por outro lado, dados oficiais apontam que Portugal regista 19 casos prováveis de infeção. Dos países europeus com mais casos suspeitos, Espanha conta 40 e Itália 36.

As causas da infeção por uma forma aguda de hepatite ainda são desconhecidas. No entanto já foram registados mais de 1.010 casos em 35 países, desde que foi detetado a 5 de abril. Já se registaram 22 mortes devido à doença.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline