29/11/2022
 
 
Família de Abu Akleh pediu reunião com Joe Biden

Família de Abu Akleh pediu reunião com Joe Biden

AFP Jornal i 08/07/2022 22:32

"Nós, a família de Shireen Abu Akleh, escrevemos-lhe para expressar a nossa dor, indignação e sentimento de traição pela resposta abjeta do seu governo ao assassínio extrajudicial da nossa irmã e tia pelas forças israelitas em 11 de maio de 2022", escreveu a família, na sua carta, que criticou as conclusões de investigação norte-americana anunciada na última segunda-feira. 

A família da assassinada jornalista palestiniana Shireen Abu Akleh pediu, esta sexta-feira, uma reunião com o presidente dos Estados Unidos da América (EUA), Joe Biden, durante a visita que este irá fazer à região já na próxima semana. 

"Nós, a família de Shireen Abu Akleh, escrevemos-lhe para expressar a nossa dor, indignação e sentimento de traição pela resposta abjeta do seu governo ao assassínio extrajudicial da nossa irmã e tia pelas forças israelitas em 11 de maio de 2022", escreveu a família, na sua carta, que criticou as conclusões de investigação norte-americana anunciada na última segunda-feira. 

"Nos dias e semanas desde que Shireen foi morta por um soldado israelita, não apenas não fomos adequadamente consultados, informados e apoiados por funcionários do governo dos EUA, mas as ações do seu governo exibem uma aparente intenção de enfraquecer os nossos esforços por justiça", diz ainda o texto, que citou várias investigações, independentes, que miram para a responsabilidade do exército israelita.

A análise de peritos norte-americanos à bala que matou a jornalista da Al Jazzera, segundo dizia um comunicado do Departamento dos EUA, divulgado a 4 de julho, não chegou a nenhuma conclusão definitiva sobre a origem da bala que matou a jornalista, na sequência de uma operação militar israelita, e estando o projétil "muito danificado".

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline