26/11/2022
 
 
Japão. Alegado assassino de Shinzo Abe confessou crime

Japão. Alegado assassino de Shinzo Abe confessou crime

AFP Jornal i 08/07/2022 16:46

"O suspeito disse guardar rancor contra uma certa organização e confessou ter cometido o crime porque acreditava que o antigo primeiro-ministro Abe estava relacionado com ela", disse um oficial da polícia, em declarações aos jornalistas. 

Tetsuya Yamagami, de 41 anos, o suspeito detido pelo assassinato do antigo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, confessou ter cometido o crime, disse esta sexta-feira um oficial da polícia da região de Nara.

"O suspeito disse guardar rancor contra uma certa organização e confessou ter cometido o crime porque acreditava que o antigo primeiro-ministro Abe estava relacionado com ela", disse o oficial, em declarações aos jornalistas. 

O suspeito terá dito às autoridades pormenores sobre a arma utilizada para o assassinato. "É o que o suspeito afirma e determinámos que [a arma utilizada] aparenta claramente ser artesanal, mas a nossa análise ainda está em curso", afirmou ainda um agente da polícia. 

Shinzo Abe morreu hoje de manhã, aos 67 anos, após ter sido atingido com dois tiros no pescoço equanto discursava num comício de rua do Partido Liberal Democrático (LDP, no poder), que decorria perto da estação ferroviária de Nara, uma cidade do oeste do Japão.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline