09/08/2022
 
 
Portugueses em boa forma no Campeonato do Mundo de Matraquilhos em Nantes

Portugueses em boa forma no Campeonato do Mundo de Matraquilhos em Nantes

Facebook/Federação Portuguesa de Matraquilhos e Futebol de Mesa Mafalda Domingues 30/06/2022 21:09

A atleta Isabelle da Conceição conquistou a medalha de prata na categoria de Woman Singles com mais de 50 anos. Já Gilbert da Cunha, também na categoria em masculinos, caminha para as meias-finais. 

O Campeonato do Mundo de Futebol de Mesa, que decorre em Nantes, França, está a meio caminho e a comitiva portuguesa já arrecadou a primeira medalha. A atleta veterana Isabelle da Conceição conquistou a medalha de prata na categoria de Woman Singles com mais de 50 anos.

Isabelle perdeu na final, disputada na mesa francesa Bonzini, contra a alemã Anjia Keller.

Já o luso-português Gilbert da Cunha, também na categoria Sénior Singles com mais de 50 anos, está na luta para as medalhas, depois de vencer um atleta alemão nos quartos de final.

Para André Mendes, atleta com mais títulos individuais em Portugal, a sua participação foi positiva, apesar de ter ficado pela segunda eliminatória, após a fase de grupos, quando encontrou um atleta norte-americano que joga há mais de 20 anos na mesa Tornado, fabricada pelos Estados Unidos.

O português de 38 anos contou ao Nascer do Sol que retirou da sua participação uma “aprendizagem”, depois de ter perdido frente a um “atleta muito competente, cheio de fair play”, que admitiu ter gostado da forma de jogar de André Mendes.

Nantes marca o regresso às competições mundiais e os atletas não podiam estar mais “felizes por voltarem a encontrar novamente adversários e amigos de outros países”, sublinhou o vice-presidente da Federação Portuguesa de Matraquilhos e Futebol de Mesa (FPMFM), Ricardo Vieira.

André Mendes disse que o regresso às competições está a ser “fenomenal”, no recinto da equipa de andebol HBC Nantes, onde não faltam condições para os jogos e convívio dos jogadores. “Nunca estive num espaço assim”, admitiu, ao elogiar a organização da Federação Internacional de Futebol de Mesa.

Segundo a descrição do vice-presidente do FPMFM, o recinto tem “mais de 250 mesas jogo e excelentes condições de vídeo e imagem”, proporcionando uma “atmosfera fantástica”.

A comitiva portuguesa está alojada a 600 metros do centro da competição, num recinto para facilitar as deslocações dos atletas, que tem as condições necessárias, tendo ao seu dispor uma cozinha nos quartos, explicou Ricardo Vieira ao Nascer do Sol.

Amanhã vão arrancar as provas de seleções em todos os escalões, nas quais o selecionador nacional escolhe seis atletas e três suplentes para a competição. Tanto os jogadores como o vice-presidente estão empolgados com a prova, onde está depositada uma grande esperança de Portugal chegar ao pódio.

“Esperamos passar a fase de grupos em todas elas e podermos ser candidatos ao pódio, nomeadamente com a nossa seleção de seniores”, notou Ricardo Vieira.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline