30/01/2023
 
 
Rendas sobem 6,4% no primeiro trimestre do ano

Rendas sobem 6,4% no primeiro trimestre do ano

Jornal i 28/06/2022 12:34

Rendas em Lisboa custam 12 euros o metro quadrado, revela o INE. Continua a ser a cidade mais cara.

A renda mediana dos 23934 novos contratos de arrendamento em Portugal atingiu os 6,16 euros por metro quadrado nos primeiros três meses deste ano. Os dados provisórios são do Instituto Nacional Estatística (INE) que revela que este valor representa um crescimento homólogo de 6,4% no valor da renda mediana dos novos contratos. Já o número de novos contratos cresceu 19,8% face ao mesmo trimestre do ano passado.

Relativamente ao último trimestre do ano passado, a renda mediana aumentou em 15 das 25 sub-regiões NUTS III. As rendas mais elevadas foram registadas na Área Metropolitana de Lisboa (9,10 euros por metro quadrado), Algarve (7,12 euros por metro quadrado), Região Autónoma da Madeira (6,98 euros por metro quadrado) e Área Metropolitana do Porto (6,58 euros por metro quadrado).

O gabinete de estatística avança ainda que, no período em análise – e lembrando que são dados provisórios – foi registado um crescimento homólogo da renda mediana em 23 dos 24 municípios com mais de 100 mil habitantes e evidenciaram-se, com os maiores crescimentos homólogos, os municípios do Funchal (+17,2%), Matosinhos (+14,9%) e Vila Nova de Famalicão (+14,6%).

Nas áreas metropolitanas destacaram-se com valores e taxas de crescimento homólogo das rendas superiores aos do país, os municípios de Lisboa (12 euros por metro quadrado e +9,7%), Cascais (11,25 euros por metro quadrado e +7,8%), Oeiras (10,53 euros por metro quadrado e +9,8%) e Porto (9,23 euros por metro quadrado e +11,2%).

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline