09/08/2022
 
 
Combustíveis. Depois de semanas a subir, preço do gasóleo desce a partir desta segunda-feira

Combustíveis. Depois de semanas a subir, preço do gasóleo desce a partir desta segunda-feira

Jornal i 26/06/2022 20:16

E a gasolina acompanha também a descida. Redução do ISP vai diminuir preços dos combustíveis.

Os preços dos combustíveis vão continuar elevados esta semana mas os preços vão descer ligeiramente face à semana anterior, o que representa um pequeno alívio às carteiras dos portugueses.

Segundo o Governo, a redução total do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (ISP) no gasóleo será de 22,2 cêntimos por litro no gasóleo e de 25,9 cêntimos na gasolina. Com esta redução do ISP, prevê o Ministério das Finanças, a gasolina poderá descer 2,5 cêntimos, já o preço do preço do gasóleo poderá cair três cêntimos por litro. No caso do gasóleo, esta é a primeira quebra no preço depois de cinco semanas de aumentos consecutivos.

“Desta forma, mantém-se o alívio global da carga fiscal sobre os combustíveis por via das duas medidas em vigor – mecanismo semanal de revisão do ISP e redução das taxas unitárias deste imposto para o equivalente a uma taxa do IVA de 13% –, totalizando 22,2 cêntimos por litro de gasóleo e 25,9 cêntimos por litro de gasolina. A estes valores acresce ainda a não atualização da taxa de carbono em cerca de 6 cêntimos por litro”,lê-se no comunicado do ministério tutelado por Fernando Medina.

Recorde-se, no entanto, que a evolução dos custos depende, no entanto, de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Combustíveis só descem “quando guerra parar” A verdade é que os preços dos combustíveis têm atingido preços incomportáveis para muitos condutores e, mesmo com as ajudas do Governo, as descidas que existem em algumas semanas não são muito significativas. E o primeiro-ministro já alertou no início deste mês que os preços só vão descer “quando a guerra parar”. “É preciso ser claro para todos, os preços só vão baixar quando a guerra parar e quando for restabelecida a normalidade no fornecimento de combustível. Enquanto a guerra continuar, enquanto continuar a haver este aumento do preço no mercado internacional, é evidente que [o preço] sobe também em Portugal”, disse António Costa.

Recorde-se ainda que a Associação Portuguesa de Empresas Petrolíferas (Apetro) já referiu que a cotação do crude em Portugal representa apenas 52% do preço final do gasóleo e 45% do preço final da gasolina. O resto da composição de preços inclui incorporação de biocombustível, ADC e a há uma “grossa fatia” de impostos (ISP e IVA).

Só em abril, o Estado português arrecadou cerca de 51,6 milhões de euros por dia em IVA e ISP. Estes são os valores que constam na última síntese de execução orçamental onde está detalhado que, em Imposto sobre Valor Acrescentado, durante todo o mês de abril, o Governo arrecadou 1.329 milhões de euros, um valor bastante superior ao do ISP: 217 milhões de euros.

No mês anterior, o Governo tinha arrecadado com estes dois impostos pouco mais de 37,4 milhões por dia, o que significa que, de um mês para o outro, o Estado aumentou estes lucros em 14,2 milhões de euros.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline