05/10/2022
 
 
Onda de calor nos próximos dias

Onda de calor nos próximos dias

Maria Moreira Rato 09/06/2022 10:00

O fim de semana prolongado será marcado por temperaturas elevadas. Por isso, o IPMA colocou alguns concelhos em perigo máximo e elevado/muito elevado de incêndio e a DGS emitiu recomendações.

Os termómetros vão subir e as temperaturas deverão manter-se elevadas até ao início da próxima semana. Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), preveem-se temperaturas máximas entre os 30 e 35 graus Celsius, com valores mais elevados, a rondar os 40 graus, na Beira Baixa, vale do Tejo e interior do Alentejo.

Já naquilo que diz respeito à faixa costeira ocidental, os valores deverão ser ligeiramente inferiores, oscilando entre os 25 e 30 graus, devido à previsão de vento de nor-noroeste, que poderá manifestar-se de forma forte durante o período da tarde.

Relativamente às temperaturas mínimas, o IPMA indica uma subida nesta sexta-feira, prevendo-se «noites tropicais no interior», principalmente, no centro, sul e no sotavento algarvio. Por outro lado, depois de um fim de semana quente, na próxima segunda-feira, é apontada uma pequena descida dos valores de temperatura, em especial da máxima, entre 2 e 5 graus.

Devido a este panorama, o IPMA colocou os concelhos de Proença-a-Nova (Castelo Branco), Vila Nova da Barquinha, Tomar (Santarém), Loulé, São Brás de Alportel e Tavira (Faro) em perigo máximo de incêndio, sendo que vários concelhos dos distritos de Faro, Évora, Beja, Castelo Branco, Portalegre, Santarém, Guarda, Lisboa, Leiria, Coimbra, Viseu, Vila Real e Bragança estão em perigo muito elevado e elevado de incêndio.

Este vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até segunda-feira. Assim, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elaborou uma lista com 11 recomendações, sendo elas as seguintes: procurar ambientes frescos, arejados ou climatizados; aumentar a ingestão de água ou de sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas; evitar a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17h. Utilizar protetor solar com fator igual ou superior a 30 e renovar a sua aplicação de 2 em 2 horas e após os banhos na praia ou piscina; utilizar roupa solta, opaca e que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol com proteção ultravioleta; evitar atividades que exijam grandes esforços físicos, nomeadamente desportivas e de lazer no exterior.

Além disso, apela aos cidadãos que escolham as horas de menor calor para viajar de carro.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline