27/06/2022
 
 
Governo português em diálogo com Inglaterra para aprovar a venda do Chelsea

Governo português em diálogo com Inglaterra para aprovar a venda do Chelsea

AFP Jornal i 24/05/2022 13:27

A iminente venda do Chelsea para o grupo liderado por Todd Boehly, coproprietário da equipa de basebol dos Los Angeles Dodgers, deverá ser fechada nas próximas 24 horas, segundo a imprensa britânica, por cerca de 4,25 mil milhões de libras (4,9 mil milhões de euros).

O Governo português está a estabelecer contacto com o governo britânico para proceder à eventual venda do Chelsea, clube inglês detido por Roman Abramovich, um dos oligarcas sancionados pela União Europeia devido à invasão russa da Ucrânia.

Segundo noticiou a BBC esta segunda-feira, as autoridades portuguesas têm de aprovar a venda do negócio pelo facto de Roman Abramovich ter passaporte português.

De acordo com João Gomes Cravinho, ministro dos Negócios Estrangeiros, Portugal está “em diálogo com o governo britânico” e “com a Comissão Europeia”. O governante já frisou que as sanções em vigor são para aplicar.

"Em relação ao Chelsea, naturalmente que há aqui um ponto absolutamente fundamental: Portugal aplica as sanções que foram decretadas pela União Europeia. Nós fazemo-lo de forma rigorosa, fazemo-lo sem exceções, e é assim que nós aplicamos as sanções, é assim que nós vamos continuar a aplicar as sanções", sublinhou o chefe da diplomacia portuguesa questionado sobre a venda do clube durante a visita à ilha de Santo Antão, em Cabo Verde.

"O governo britânico está a estudar possibilidades de alienação daquilo que é, neste momento, propriedade de uma pessoa que está sob lista de sanções. Obviamente, estamos em diálogo com o governo britânico, estamos em diálogo com a Comissão Europeia, mas seremos intransigentes na aplicação das nossas obrigações jurídicas", acentuou João Gomes Cravinho.

A iminente venda do Chelsea para o grupo liderado por Todd Boehly, coproprietário da equipa de basebol dos Los Angeles Dodgers, deverá ser fechada nas próximas 24 horas, segundo a imprensa britânica, por cerca de 4,25 mil milhões de libras (4,9 mil milhões de euros).

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline