29/06/2022
 
 
Vítor Rainho 24/05/2022
Vítor Rainho

vitor.rainho@ionline.pt

Os americanos vão invadir a China...

Afinal, dizem, a invasão russa aconteceu porque os Estados Unidos da América a tornaram inevitável, e as tropas de Putin foram ingénuas em caírem na armadilha americana.

Primeiro começaram por não acreditar que Putin invadiria a Ucrânia, depois culparam o secretário-geral da NATO, os EUA e a União Europeia da ‘operação militar’ dos russos em terras ucranianas. Três meses depois, eis que surge um novo argumento contra a invasão bárbara russa a um país democrático, apesar de todas as suas fragilidades – a propósito, quem viveu sob a ditadura comunista da antiga União Soviética achará normal a existência de um partido comunista no seu território? Afinal, dizem, a invasão russa aconteceu porque os Estados Unidos da América a tornaram inevitável, e as tropas de Putin foram ingénuas em caírem na armadilha americana. E qual é essa armadilha, segundo alguns dos nossos majores-generais e de alguns lunáticos? Pois bem, tudo foi pensado pela inteligência americana, que tornou inevitável a invasão russa, fazendo com que o poderio militar dos soldados de Putin sofresse grandes baixas, deixando, dessa forma, de ser uma ameaça para os EUA, permitindo que o suposto exército mais forte do mundo se concentre no principal inimigo da atualidade: a China.

Digamos que tive de ler algumas vezes até perceber a ‘loucura’ deste pensamento. Basicamente, defendem que os americanos, sem mandarem soldados seus, conseguiram, com o seu armamento fornecido aos ucranianos, tornar moribundo o exército russo. Assim, agora é só caminhar para Taiwan e esperar pelos chineses para derrotar o perigo quem vem do Oriente! Por acaso, os senhores majores-generais e o seu exército de civis enfurecidos já se deram ao cuidado de perceber a loucura de tal pensamento? Por acaso a Rússia deixou de ter o arsenal nuclear? Por acaso os EUA são assim tão estúpidos e maléficos que estejam interessados em enfrentar o poderio chinês, que tem aumentado de ano para ano? Por acaso alguém quer uma guerra que, provavelmente, poderá acabar com o planeta Terra?

Alguns destes majores-generais deviam investir em livros de ficção científica – alguns dos civis aliados já o fazem... – que teriam imenso sucesso.

P. S. Como já aqui o escrevi, acho o julgamento do soldado russo, condenado a prisão perpétua, uma vergonha. Não seria de esperar pelo fim da guerra para se constituir um tribunal independente para fazer esse e outros julgamentos?

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline