27/06/2022
 
 
Yoon Suk Yeo afirma que a era de apaziguar a Coreia do Norte acabou

Yoon Suk Yeo afirma que a era de apaziguar a Coreia do Norte acabou

AFP Jornal i 23/05/2022 18:14

Recorde-se que este ano, a Coreia do Norte já lançou 15 mísseis e no mês passado Kim Jong-un prometeu ainda “reforçar e desenvolver” as suas forças nucleares, o mais rapidamente possível. 

 

Na segunda-feira, numa entrevista à CNN, o novo líder da Coreia do Sul que tomou posse há duas semanas, Yoon Suk Yeol, admitiu que para si “a era de apaziguar a Coreia do Norte acabou” e que a iniciativa para novas conversações entre Seul e Pyongyang deve partir do próprio Kim Jong-un. 

“Penso que a bola está do lado de Kim. É uma escolha dele iniciar o diálogo connosco”, afirmou Yoon Suk Yeol. 

Recorde-se que este ano, a Coreia do Norte já lançou 15 mísseis e no mês passado Kim Jong-un prometeu ainda “reforçar e desenvolver” as suas forças nucleares, o mais rapidamente possível. 

Por isso, o Presidente sul-coreano criticou a abordagem do seu antecessor, Moon Jae-in, relativamente “às provocações do regime de Pyongyang”. “Simplesmente escapar temporariamente à provocação ou ao conflito com a Coreia do Norte é algo que não devemos fazer. Este tipo de abordagem nos últimos cinco anos provou ser um falhanço”, acredita Yoon Suk Yeol. Contudo, apesar desta sua posição, declarou que não quer ver a Coreia do Norte a “colapsar”.

“O que eu quero é prosperidade comum e partilhada na Península da Coreia. Não acredito que o reforço da capacidade nuclear da Coreia do Norte seja útil e conduza à manutenção da paz internacional”, frisou à mesma publicação.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline