27/06/2022
 
 
O futuro do PPD-PSD só pode ser melhor

O futuro do PPD-PSD só pode ser melhor

Sónia Leal Martins 20/05/2022 15:41

Luís Montenegro e Jorge Moreira da Silva têm os desafios de unir o Partido, de fazer oposição, de se aproximar da sociedade civil, mas também de preparar o partido para ganhar eleições – não nos podemos esquecer que o PPD-PSD tem uma vocação natural de poder.

Passaram menos de 6 meses e dentro de uma semana o PPD-PSD estará, novamente, a escolher o seu líder, circunstância provocada pela pesada derrota das eleições legislativas, que deram a maioria absoluta ao Partido Socialista, mas também pelo insucesso mais do que demonstrado da liderança de Rui Rio.

Rui Rio não foi capaz de mobilizar e unir o partido - antes pelo contrário - nem tão pouco de conquistar os portugueses e de lhes transmitir que o PPD-PSD e as suas propostas eram a melhor alternativa para o País e para os tempos difíceis que se adivinhavam, não o conseguiu nas europeias, nas legislativas, nem nas autárquicas. Rui Rio só conseguiu convencer a maioria dos militantes do PPD-PSD, só aí teve vitórias.

Felizmente, Rui Rio, em breve fará parte do passado, mas não importa continuar a falar do passado, importa falar do futuro, só com os olhos postos no futuro, o PPD-PSD pode ultrapassar um dos momentos mais delicados das suas, quase cinco décadas de histórica.  

De salutar a disponibilidade e coragem de Luís Montenegro e de Jorge Moreira da Silva para disputarem as eleições internas do próximo dia 28 de maio, o vencedor terá pela frente mais de quatro anos de um grande desafio, não só interno, mas também externo, há praticamente tudo por fazer no PPD-PSD. Mas uma coisa é certa, independentemente, de quem ganhar estas eleições internas o PPD-PSD e o País ficarão muito melhor.

O PPD-PSD é o maior partido da oposição e por isso, tem a obrigação de liderar a oposição ao Governo, uma oposição firme, consistente, muito vigilante e escrutinadora, algo que não tem feito nos últimos anos. O PPD-PSD não pode continuar a concentrar a sua atuação na tentativa de resolução dos problemas internos, esses têm de ficar resolvidos rapidamente.

Não me recordo de existirem dois candidatos à liderança do PPD-PSD que fossem consensuais junto dos militantes do partido, são ambos excelentes quadros e quer um, quer outro, já deram muito do seu trabalho em prol do partido, mas também do País, num dos momentos mais difíceis – refiro-me concretamente ao período da troika, onde o PPD-PSD se viu obrigado a seguir um programa de austeridade fruto do desgoverno de José Sócrates. Que a história não se repita.

Os portugueses e as portuguesas têm de se voltar a rever-se na social-democracia e acreditar que o PPD-PSD é a única alternativa credível ao socialismo e às políticas de esquerda.

O PPD-PSD entra agora numa espécie de regresso às origens, posicionando-se ideologicamente mais à direita no campo dos valores, capitalizando os votos do eleitorado da direita mais conservadora e católica e no campo económico mais à esquerda, com preocupações na geração de riqueza para depois a poder distribuir.

Luís Montenegro e Jorge Moreira da Silva têm os desafios de unir o Partido, de fazer oposição, de se aproximar da sociedade civil, mas também de preparar o partido para ganhar eleições – não nos podemos esquecer que o PPD-PSD tem uma vocação natural de poder.

Perante os desafios, considero que Luís Montenegro é o candidato que melhor responde aos mesmos. A sua vocação natural para a política e a lealdade à matriz ideológica do PPD-PSD colocam-no num lugar privilegiado para que o PPD-PSD possa voltar a governar. Relevar também as suas caraterísticas pessoais e profissionais, com principal ênfase para a liderança da bancada parlamentar do PPD-PSD, que liderou de forma exemplar, em tempos particularmente difíceis para os portugueses e para o País.

Luís Montenegro tem a oportunidade de ficar para a história do PPD-PSD, como o líder que regenerou o partido e que lhe devolveu o devido lugar no sistema partidário português – que não lhe falte coragem e determinação.

 

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline