29/06/2022
 
 
Ucrânia. Já foram cometidos mais de 18.400 crimes na sequência da invasão russa

Ucrânia. Já foram cometidos mais de 18.400 crimes na sequência da invasão russa

AFP Jornal i 20/05/2022 12:09

Ao 86º dia de guerra, já fugiram das suas casas mais de 14 milhões de pessoas - sendo oito milhões deslocados internos e mais de 6 milhões tendo saído para países vizinhos. Segundo a ONU, esta crise de refugiados é a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. 

Desde o início da invasão russa à Ucrânia, a 24 de fevereiro, já foram identificados 18.477 crimes, avançou esta sexta-feira a Procuradoria-Geral da República ucraniana. 

De acordo com a informação divulgada através da rede social Telegram, os delitos de agressáo e crimes de guerra cometidos pelas tropas russas chegam aos 12.595, sendo que destes, 12.189 estão relacionados com a violação das leis e costumes de guerra, 54 com a planificação, preparação e execução da agressão e 15 com a propaganda bélica.

Foram ainda registados 5.882 crimes contra a segurança nacional, sendo que desses, 3.890 estavam relacionados com a integridade territorial e a inviolabilidade da Ucrânia, 921 com a traição ao Estado, 798 com atividades de colaboração, 23 por ajudar o Estado agressor e 62 por sabotagem.

Recorde-se que teve início na quarta-feira o primeiro julgamento de um soldado russo por crimes de guerra, incluindo acusações de assassínio premeditado. 

Vadim Chichimarine, de 21 anos, declarou-se culpado, reconhecendo todas as acusações, e o Ministério Público ucraniano pediu que lhe fosse aplicada a pena de prisão prepétua. 

Ao 86º dia de guerra, já fugiram das suas casas mais de 14 milhões de pessoas - sendo oito milhões deslocados internos e mais de 6 milhões tendo saído para países vizinhos. Segundo a ONU, esta crise de refugiados é a pior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial. 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline