29/06/2022
 
 
MNE espanhol remove símbolos franquistas da sua sede histórica

MNE espanhol remove símbolos franquistas da sua sede histórica

Jornal i 18/05/2022 15:45

O Boletim Oficial do Estado (correspondente ao Diário da República em Portugal) publica na sua edição de hoje a adjudicação do contrato por 87.913,43 euros à única empresa que concorreu ao concurso público para a remoção de vários brasões franquistas.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros espanhol vai gastar quase 90.000 euros para remover os símbolos franquistas do edifício anexo à sua sede histórica, o Palácio de Santa Cruz, perto da Plaza Maior, no centro de Madrid, foi hoje divulgado.

 

O Boletim Oficial do Estado (correspondente ao Diário da República em Portugal) publica na sua edição de hoje a adjudicação do contrato por 87.913,43 euros à única empresa que concorreu ao concurso público para a remoção de vários brasões franquistas.

Trata-se de retirar os brasões que decoram as duas torres da fachada do edifício Muguruza, do Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) espanhol, anexo ao Palácio de Santa Cruz, um edifício do século XVII situado na Plaza de la Província, ao lado da Plaza Mayor.

Uma vez retirados os brasões franquistas, estes serão substituídos pelo brasão constitucional em conformidade com a Lei da Memória Histórica de 2007, que prevê a remoção dos símbolos franquistas dos edifícios, ruas e locais públicos em toda a Espanha.

Esta norma foi aprovada durante o Governo socialista de José Luis Rodríguez Zapatero com o objetivo de reconhecer as vítimas do franquismo, o que inclui todas as vítimas da Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e da ditadura de Francisco Franco (1939-1975).

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline