19/08/2022
 
 
Crimes de Guerra. Soldado russo confessa homicídio de civil ucraniano em tribunal

Crimes de Guerra. Soldado russo confessa homicídio de civil ucraniano em tribunal

Twitter Jornal i 18/05/2022 15:16

Em causa esta o homicídio de um civil ucraniano, de 62 anos, na região de Chupakhivka, em Sumy, no dia 28 de fevereiro.

Vadim Shishimarin, o soldado russo de 21 anos que estava acusado de crimes de guerra na Ucrânia, em sequência da invasão russa, desclarou-se culpado, esta quarta-feira. 

Em causa está o homicídio de um civil ucraniano, de 62 anos, na região de Chupakhivka, em Sumy, no dia 28 de fevereiro. O jovem admitiu o crime em tribunal, escreve a Sky News. 

O Ministério Público disse que o russo e mais quatro soldados dispararam e roubaram um carro privado para fugir depois de a sua coluna de combate ter sido atingida pelas tropas ucranianas. Vadim Shishimarin terá recebido ordens superiores para atirar contra um civil, para que não houvesse forma de denunciar a presença das forças russas no local. 

O homem foi baleado na cabeça e teve morte imediata.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline