09/08/2022
 
 
Oposição venezuelana avança com primárias para candidato às presidenciais

Oposição venezuelana avança com primárias para candidato às presidenciais

Jornal i 17/05/2022 14:41

O anúncio foi feito através de um comunicado divulgado em Caracas e dirigido aos venezuelanos e à comunidade internacional onde sublinham ter conseguido vários acordos por unanimidade entre a oposição.

A Plataforma Unitária (PU) da oposição venezuelana anunciou na segunda-feira que decidiu reestruturar-se e que em 2023 irá a eleições primárias para eleger um candidato único opositor para as presidenciais de 2024.

 

O anúncio foi feito através de um comunicado divulgado em Caracas e dirigido aos venezuelanos e à comunidade internacional onde sublinham ter conseguido vários acordos por unanimidade entre a oposição.

"Voltamos a fundar a Plataforma Unitária como uma instância ampla e inclusiva que tem um regulamento próprio de funcionamento, com regras muito claras de jogo e áreas de trabalho concretas", explica-se no documento.

Segundo a oposição, a PU passará a ter "órgãos regionais e municipais, com capítulos internacionais em todos os países que sejam possível" e terá como secretário executivo Omar Barbosa, nomeado para "contribuir para o desenvolvimento harmonioso do debate e para fortalecer a unidade" opositora.

"O candidato presidencial das forças democráticas será escolhido através de um processo primário amplo e pluralista, a realizar em 2023 e a partir deste momento, iniciaremos um profundo processo de consultas com todo o país, a fim de construir, em conjunto, este poderoso mecanismo para a escolha do candidato unitário", aponta-se no documento.

Por outro lado, a oposição reiterou que "o objetivo fundamental da luta unitária" opositora "é conseguir uma mudança política, entendendo que esta é o único caminho verdadeiro para deter o sofrimento de milhões de venezuelanos".

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline