29/06/2022
 
 
Eurovisão. Público ajuda Ucrânia a vencer competição pela 3.ª vez

Eurovisão. Público ajuda Ucrânia a vencer competição pela 3.ª vez

AFP Hugo Geada 16/05/2022 08:19

Apesar de ter ficado no quarto lugar na votação do júri, os votos do público valeram a terceira vitória da Ucrânia no Festival da Eurovisão.

Perante o cenário catastrófico que se está a viver na Ucrânia, com a invasão das forças armadas russas, com a ajuda do público europeu, o grupo ucraniano, Kalush Orchestra, sagrou-se o vencedor da Eurovisão, depois de terem recebido um enorme apoio do voto telefónico. 

Em Turim, com a canção, Stefania, inspirada na mãe do vocalista, Oleh Psiuk, que mistura elemento de música folk com rap e hip-hop, o país que está a ser alvo de constantes ataques desde o dia 24 de fevereiro não pareceu ter impressionado o júri, tendo apenas conquistado 192 votos, que o deixaria na quarta posição.

Contudo, uma impressionante onda de apoio da maior parte dos países da Europa valeu uma esmagadora vitória no voto do público, conquistando 439 pontos nesta categoria, que colocou a Ucrânia no primeiro lugar.

Quando chegou a hora de fazer o discurso de agradecimento, o vocalista do grupo, fez questão de lançar um apelo para o massacrado do seu país. “Por favor, ajudem a Ucrânia, Mariupol. Ajude o Azovstal agora”, gritou Oleh Psiuk, referenciando a fábrica siderúrgica, último reduto de defesa do país, onde se encontram inúmeros soldados feridos, apelando ainda para ajudar a “divulgar informações, falando sobre este assunto e a entrar em contacto com os governos para ajudar”.

Depois do festival, o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, congratulou o grupo por oferecer ao país a terceira vitória na Eurovisão, depois de terem vencido também em 2004 e 2016, e afirmou que “irá dar o seu melhor” para um dia conseguir organizar o festival, afirmou numa mensagem publicada no Telegram. 

“Tenho a certeza de que o nosso acorde vitorioso na batalha contra o inimigo não está longe”, confessou Zelensky.

Através do voto popular, a Ucrânia superou países como o Reino Unido, que acabou em segundo, apesar da interpretação de Sam Ryder da canção Space Man ter sido a que conquistou mais votos por parte do júri, a Suécia, que passou de segundo para a quarta posição e a Espanha, que estava em terceiro lugar e acabou por ficar nesta posição.

A interpretação da cantora portuguesa Maro, que levou a canção saudade, saudade, foi bastante elogiada e conquistou a quinta posição por parte do júri, com 171 votos, no entanto, não foi o suficiente para convencer o público, terminando na 15ª posição, com 36 votos, terminando assim no nono lugar, em 25 países. 

Esta foi a segunda melhor classificação portuguesa neste festival desde 1996, quando Lúcia Moniz conquistou o sexto lugar com a canção O Meu Coração Não Tem Cor. A melhor foi a prestação de Salvador Sobral, em 2017, que deu a Portugal a única vitória nesta competição.

Enquanto a Eurovisão estava a acontecer, a polícia italiana conseguiu impedir vários ciberataques de um grupo pró-russo durante a votação e noutros momentos do Festival. A Rússia não participou porque foi banida pela União Europeia de Radiodifusão.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline