09/08/2022
 
 
Descoberta em Gaza uma estátua com mais de 4.500 anos

Descoberta em Gaza uma estátua com mais de 4.500 anos

Twitter Jornal i 27/04/2022 17:15

Em pedra calcária, a figura de 22 centímetros de comprimento, cuja data remonta a 2.500 a.C., “foi encontrada por um fazendeiro que trabalhava no seu terreno em Khan Younis”, disse o Ministério de Turismo e Antiguidades do Hamas, o movimento islâmico no poder, em Gaza.

Esta segunda-feira as autoridades do enclave palestino, anunciaram que foi descoberta no sul da Faixa de Gaza uma estátua de pedra com mais de 4.500 anos que representa o rosto de uma antiga deusa da beleza. 

Em pedra calcária, a figura de 22 centímetros de comprimento, cuja data remonta a 2.500 a.C., “foi encontrada por um fazendeiro que trabalhava no seu terreno em Khan Younis”, disse o Ministério de Turismo e Antiguidades do Hamas, o movimento islâmico no poder, em Gaza.

Segundo o mesmo, o agricultor comentou que enquanto cultivava encontrou-a “por acaso”. "Estava lamacento e lavamo-la com água", disse à BBC. "Percebemos que era algo precioso, mas não sabíamos que tinha um valor arqueológico tão grande", lembrou.

Em comunicado, Jamal Abu Reda, chefe da seção de antiguidades do ministério, elucidou que “a estátua representa a deusa cananéia Anat, que era a deusa do amor e da beleza". 

O objeto foi descoberto no que já foi uma importante "rota de comércio terrestre para várias civilizações" que viviam na atual Faixa de Gaza, acrescentou Abu Reda.

Em fevereiro, trabalhadores de um canteiro de obras no norte de Gaza descobriram 31 túmulos da época romana, que marcam o século I.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline