29/06/2022
 
 
Gasóleo poderá subir quatro cêntimos por litro. Já o preço da gasolina mantém-se igual

Gasóleo poderá subir quatro cêntimos por litro. Já o preço da gasolina mantém-se igual

Dreamstime Jornal i 14/04/2022 18:52

O desconto temporário do ISP nos combustíveis "manter-se-á inalterado”, confirma Governo. 

 

O gasóleo vai subir quatro cêntimos por litro para a próxima semana, ao passo que o preço da gasolina irá se manter.

“Segundo dados de mercado, o preço do gasóleo deverá registar uma subida de 4 cêntimos por litro na próxima semana, prevendo-se a manutenção do preço por litro da gasolina”, lê-se num comunicado divulgado pelo Ministério das Finanças, esta quinta-feira.

Após duas semanas com os preços dos combustíveis a baixar, o gasóleo volta assim a sofrer um ligeiro aumento.

De notar também que, na próxima semana, o “desconto temporário do ISP de 4,7 cêntimos por litro de gasóleo e 3,7 cêntimos por litro de gasolina manter-se-á inalterado”.

Posto isto e, tendo por base a evolução do preço do litro do gasóleo apresentada pelo Governo, o mecanismo semanal de revisão dos valores das taxas unitárias do ISP “determinaria uma descida de 0,6 cêntimos por litro de gasóleo (e a manutenção na gasolina)”.

Mas, “considerando que atualmente se verifica um desvio acumulado de 2,2 cêntimos na taxa do ISP por litro de gasóleo”, a descida resultante da aplicação da fórmula (0,6 cêntimos por litro de gasóleo) “é descontada ao referido desvio, não se concretizando assim a alteração às taxas do ISP”, explica o ministério.

Já no caso da gasolina, o desvio é agora de 0,9 cêntimos por litro, mantendo-se a taxa inalterada.

Assim sendo, ficará inalterada durante a próxima semana o desconto temporário do ISP de 4,7 cêntimos por litro de gasóleo e 3,7 cêntimos por litro de gasolina.

Recorde-se que o Governo, para mitigar a escalada dos preços dos combustíveis, decidiu desenvolver um mecanismo de compensação através do qual as taxas do ISP são ajustadas em função do acréscimo da receita do IVA resultante da subida do preço de venda do litro de gasóleo e da gasolina.

Ainda no mesmo comunicado, o ministério tutelado por Fernando Medina excedeu os 103 milhões de euros pagos em reembolsos, sendo que estão registados 3.021.635 aderentes, segundos os dados referentes ao dia 13 de abril. Esta iniciativa vai manter-se em vigor até ao final deste mês.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline