15/04/2024
 
 
MP acusa militar da Marinha de vender drogas aos colegas que estavam a desintoxicar

MP acusa militar da Marinha de vender drogas aos colegas que estavam a desintoxicar

Dreamstime Jornal i 04/04/2022 15:53

O homem, detido em flagrante, ficou obrigado a apresentar-se diariamente na polícia e a não poder contactar ou frequentar locais associados ao tráfico. 

Um militar da Marinha Portuguesa foi detido em flagrante delito pelo crime de tráfico de estupefacientes agravado. Após o primeiro interrogatório judicial, a 29 de março, o homem ficou obrigado a apresentar-se diariamente na polícia e a não poder contactar ou frequentar locais associados ao tráfico. 

Segundo um comunicado do Ministério Público (MP), "existem fortes indícios de que o arguido, militar da Marinha Portuguesa, se dedicava à compra de produto estupefaciente para posterior venda a terceiros, entre os quais militares da Marinha que se encontravam em tratamento contra a dependência de produtos estupefacientes na Unidade de Tratamento Intensivo de Toxicodependências e Alcoolismo do Hospital das Forças Armadas", revela a autoridade, ao indicar que foram apreendidas "mais de 250 gramas de cocaína e haxixe" em buscas domiciliárias à residência do arguido. 

"Após o interrogatório judicial, foram-lhe aplicadas as medidas de coação de obrigação de apresentações periódicas diárias, proibição de contactos com e de permanecer/frequentar locais conotados com o tráfico e ou consumo de estupefaciente", afirma ainda o MP. 

A investigação continua a decorrer sob a direção do Ministério Público da secção de Almada do DIAP da comarca de Lisboa, coadjuvado pela Policia Judiciária Militar.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline