26/11/2022
 
 
Pichardo torna-se vice-campeão mundial de triplo salto em pista coberta

Pichardo torna-se vice-campeão mundial de triplo salto em pista coberta

AFP Jornal i 18/03/2022 13:36

A competição começou da melhor maneira para Pedro Pichardo, ao estabelecer logo ao primeiro salto, um novo recorde nacional (17,42), reforçando-o na segunda tentativa (17,46), antes de obter um salto nulo. 

Nova época, novas medalhas. O atleta português, de origem cubana, Pedro Pichardo arrecadou, esta sexta-feira, a medalha de prata no triplo salto nos campeonatos do mundo de atletismo em pista coberta, em Belgrado, ao 'voar' 17,46 metros, marca que atingiu à segunda tentativa. 

A competição começou da melhor maneira para Pichardo, ao estabelecer logo ao primeiro salto, um novo recorde nacional (17,42), reforçando-o na segunda tentativa (17,46), antes de obter um salto nulo. 

Nos últimos saltos, Pichardo nem atingiu os 15 metros - na quarta tentativa teve 14,94 - e preferiu abdicar dos restantes ensaios, deixando o adversário cubano Lázaro Martínez consagrar-se campeão do mundo, com 17,64, a melhor marca do ano. Já o terceiro lugar foi conquistado pelo norte-americano Donald Scott, com 17,21, mais dois centímetros do que o seu compatriota Will Claye.

​Destaque também para o português Tiago Luís Pereira, que terminou o concurso do triplo salto na nona posição, falhando a qualificação para os três saltos finais por dois centímetros, com a marca de 16,46 metros.

Desta forma, o atual campeão olímpico da modalidade garantiu a 14.ª medalha para Portugal em Mundiais 'indoor', a quinta de prata. 

Pichardo sucede mais uma vez Nelson Évora, agora nos Mundiais. Portugal já tinha conquistado duas medalhas no triplo salto, ambas de bronze e por Nelson Évora, campeão olímpico em Pequim2008, nos Mundiais de 2008, em Valência, e 2018, em Birmingham.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline