09/08/2022
 
 
Encontrados vestígios medievais nas obras de Notre Dame

Encontrados vestígios medievais nas obras de Notre Dame

AFP Jornal i 14/03/2022 16:08

De acordo com o Ministério da Cultura francês, os elementos descobertos oferecem "restos de notável qualidade científica" que "ajudarão a entender melhor a história de Notre Dame".

Segundo anunciou o Ministério da Cultura francês na segunda-feira, as obras de reconstrução da catedral de Notre Dame em Paris após o grave incêndio de 2019, “trouxeram à luz importantes vestígios arqueológicos medievais”. 

Algumas escavações no transepto do templo - parte de um edifício de uma ou mais naves que atravessa perpendicularmente o seu corpo principal perto do coro e dá ao edifício a sua planta em cruz - encontraram uma parte da antiga tribuna que separava o coro da nave, elemento construído por volta de 1230 e destruído no início do século XVIII.

Alguns elementos desta tribuna já haviam sido descobertos durante a extensa reforma da catedral realizada no século XIX pelo arquiteto Eugène Viollet-le-Duc e, desde então, estão expostos no Museu do Louvre.

Os novos fragmentos foram encontrados numa cova na qual os restos da construção haviam sido lançados. A sua descoberta "representa uma descoberta do maior interesse", explicou o Ministério da Cultura em comunicado.

Além disso, a escavação também encontrou uma “base pavimentada”, que data o século XVIII, e sob a qual foram encontradas inúmeras sepulturas que podem remontar ao século XIII - quando o templo começou a ser usado. 

Entre essas sepulturas destaca-se um sarcófago antropomórfico feito inteiramente de chumbo, que poderá datar do século XIV, e que pelas suas características e localização “deve ter albergado os restos mortais de um alto dignitário”.

As descobertas foram realizadas dentro de uma escavação antes da instalação de um grande andaime para a reconstrução da catedral. Os elementos descobertos oferecem "restos de notável qualidade científica" que "ajudarão a entender melhor a história de Notre Dame", acrescentou ainda o Ministério da Cultura.

 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline