02/12/2022
 
 
Militares da GNR que terão agredido imigrantes em Odemira vão a julgamento

Militares da GNR que terão agredido imigrantes em Odemira vão a julgamento

Dreamstime Jornal i 10/03/2022 16:50

A leitura de um breve resumo da decisão instrutória ocorreu esta manhã no Tribunal de Odemira, em Beja. 

Os sete militares da Guarda Nacional Republicana (GNR) que terão sequestrado e agredido imigrantes em Odemira vão a julgamento, anunciou o Tribunal de Odemira, esta quinta-feira. 

A leitura de um breve resumo da decisão instrutória ocorreu esta manhã no Tribunal de Odemira, em Beja, com a presença de três dos advogados e o Ministério Público (MP), no entanto, nenhum dos arguidos assistiu à sessão. 

Os sete militares da GNR, que atualmente estão suspensos de funções, foram acusados pelo MP de 33 crimes, como abuso de poder, sequestro e ofensa à integridade física qualificada.

O arguido que estava acusado de mais crimes - 11 -, Rúben Candeias, pediu a abertura da fase de instrução e, na decisão de hoje, a juíza decidiu não o pronunciar por um dos seis crimes de ofensa à integridade física que lhe tinha sido imputado pelo MP.

Não obstante, Rúben Candeias vai ser julgado pelos restantes dez crimes, ou seja, cinco crimes de ofensa à integridade física, quatro de abuso de poder e um de sequestro.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline