04/12/2022
 
 
São Paulo decreta fim da obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre

São Paulo decreta fim da obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre

Jornal i 09/03/2022 18:23

O fim da restrição em espaços abertos foi anunciado pelo governador do estado de São Paulo, João Doria, que especificou que a circulação com máscaras será opcional nas ruas, parques, estádios e espaços abertos de escolas, entre outros.

São Paulo, o estado mais populoso e rico do Brasil, decretou hoje o fim do uso obrigatório das máscaras para evitar a contaminação por covid-19 nas ruas e espaços ao ar livre.

O fim da restrição em espaços abertos foi anunciado pelo governador do estado de São Paulo, João Doria, que especificou que a circulação com máscaras será opcional nas ruas, parques, estádios e espaços abertos de escolas, entre outros.

"Anunciamos agora a liberação do uso de máscaras em ambientes abertos em SP. Temos 84% da população geral e mais de 70% das crianças vacinadas. As internações caíram 77% e os óbitos reduziram 56% no mês. Nas próximas semanas, reavaliaremos também a liberação em ambientes fechados," escreveu Doria na rede social Twitter.

No entanto, ao contrário do Rio de Janeiro, as máscaras continuarão a ser obrigatórias, no estado de São Paulo, em espaços fechados, incluindo salas de aula, escritórios de trabalho, além de teatros e cinemas.

A decisão do governo 'paulista' ocorre quando se verifica uma estabilização no número de casos e mortes por coronavírus, doença que atingiu duramente o Brasil nos últimos dois anos.

O Brasil acumula quase 653 mil mortes e 29,1 milhões de infeções, números que o tornam o segundo país em número de mortes e o terceiro em infeções depois dos Estados Unidos e da Índia.

Apenas São Paulo, estado com 46 milhões de habitantes e um dos mais atingidos pela pandemia, soma 165,5 mil mortes e cinco milhões de casos positivos.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline