07/07/2022
 
 
Covid-19. Norte regista mais de metade do número de mortes e continua a diagnosticar mais casos

Covid-19. Norte regista mais de metade do número de mortes e continua a diagnosticar mais casos

Mafalda Gomes Jornal i 12/02/2022 14:48

Norte registou mais de metade (28) das 50 mortes que foram reportadas, nas últimas 24 horas, e ainda continua a reportar maior número de casos diários. O número de internamentos desceu novamente pelo terceiro dia consecutivo e de forma acentuada. 

Portugal registou, nas últimas 24 horas, 19.436 novos casos de covid-19 e 50 mortes associadas à doença. Estes dados, presentes no boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado este sábado, elevam para 3.069.128 o total de infetados no país desde o início da pandemia e para 20.492 as vítimas mortais. 

O Norte continua a reportar o maior número de novos casos – 6.382. Segue-se Lisboa e Vale do Tejo com 5.778, o Centro com 3.640, o Algarve com 1.292 e o Alentejo com 1.125. Nos Açores há 786 novas infeções e na Madeira mais 433.

Dos 50 óbitos reportados, mais de metade (28) ocorreram no Norte, 11 no Centro, oito em Lisboa e Vale do Tejo, duas no Algarve e uma no Alentejo. As regiões autónomas da Madeira e dos Açores não registaram qualquer vítima mortal devido ao vírus. 

O número de internamentos desceu novamente pelo terceiro dia consecutivo e de forma acentuada: há agora 2.232 doentes covid nos hospitais portugueses, menos 100 do que no último balanço. Destes, 160 estão em Unidades de Cuidados Intensivos (UCI) – mais uma do que no boletim de ontem.

Por outro lado, mais 34.497 pessoas recuperaram da doença nas últimas 24 horas, elevando para 2.463.423 o total de recuperados no país desde o início da pandemia.

Há agora 585.213 casos ativos no país, menos 15.111 do que ontem, e as autoridades de saúde têm neste momento 615.777 contactos em vigilância.

A matriz de risco foi atualizada esta sexta-feira e revelou uma acentuada descida da incidência e um consecutivo decréscimo do índice de transmissibilidade, atingindo o valor mais baixo desde finais de setembro. Deste modo, Portugal saiu da zona de risco avermelhada e encontra-se agora na laranja.

A incidência nacional é de 6099,6 casos de infeção por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias e, quando considerado apenas o território continental, é de 6133,0 casos de infeção. Já o índice de transmissibilidade (RT) é de 0,88, a nível nacional e em Portugal continental.

Como é habitual, a DGS também atualizou o mapa da distribuição geográfica dos casos confirmados. Segundo o boletim, o concelho de Corvo é o único dos 308 concelhos do país que não está no nível máximo de incidência de casos por covid-19. O restante território está pintado a vermelho escuro, ou seja em risco extremo de infeção: com mais de 960 casos de covid-19 por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Consulte aqui o boletim na íntegra.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline