07/07/2022
 
 
FC Barcelona. Diretor executivo demite-se por culpa... do Spotify

FC Barcelona. Diretor executivo demite-se por culpa... do Spotify

FC Barcelona José Miguel Pires 09/02/2022 10:13

Ferran Reverter pediu a demissão do cargo, alegando motivos pessoais. Mas a imprensa diz que na origem da decisão está o desacordo com o presidente, Joan Laporta, relativamente ao acordo de patrocínio que está a ser negociado com o Spotify.

Ferran Reverter não será mais diretor executivo do Barcelona, anunciou o clube, em comunicado oficial, na terça-feira.
“Ferran Reverter comunicou na terça-feira ao presidente do FC Barcelona, Joan Laporta, a sua vontade de deixar o cargo por razões pessoais e familiares. Esta demissão entrará em vigor a partir do momento em que o clube incorpore um novo diretor executivo”, pode-se ler no comunicado oficial dos blaugrana.

Apesar de o comunicado falar em razões pessoais e familiares, o jornal espanhol Marca avançou que, na realidade, por trás desta demissão estarão fortes desacordos entre Ferran Reverter e Joan Laporta, presidente do clube catalão, sobre o contrato de patrocínio que está a ser negociado com o Spotify. Um contrato que, avançou a imprensa desportiva, rondará os 280 milhões de euros, e que fará desta plataforma digital a principal patrocinadora dos blaugrana durante os próximos três anos, colocando o seu nome nas camisolas das equipas masculinas e femininas, e obrigando à mudança do nome do mítico estádio catalão para Camp Nou Spotify.

Assim, a Rakuten, que pagava 55 milhões de euros por ano de patrocínio, deixará de ser a principal patrocinadora do clube catalão.

A relação entre Reverter e Laporta, diz o Marca, não se encontrava num estado muito saudável, tendo-se deteriorado nas últimas semanas. O desentendimento sobre o acordo com o Spotify – que Reverter acredita poderia ter sido melhor negociado – vem de mãos dadas com outras polémicas, que levaram o CEO do Barcelona a ponderar a sua demissão há algum tempo. Aliás, o jornal espanhol defende mesmo que, se não fosse por alguns diretores, esta demissão já estaria consumada há muito tempo. 

Adeus a Reverter “Há quase um ano decidi deixar a Alemanha e voltar ao Barcelona por motivos familiares, e logo depois aceitei o desafio que o presidente Joan Laporta me ofereceu para dirigir a área executiva do Clube. Esses meses foram emocionantes e agradeço ao presidente por sua confiança e, principalmente, o seu entusiasmo e a capacidade de liderança para que o FC Barcelona tenha agora uma equipa de gestão de alto nível capaz de reposicionar o Barça como líder mundial. Pessoalmente, dediquei muito esforço e dedicação durante esses meses, mas agora quero focar no propósito pelo qual voltei a Barcelona, que é dedicar mais tempo a projetos pessoais e familiares.”

Assim se despediu Ferran Reverter do seu lugar no Barcelona, citado por comunicado oficial do clube, onde o mesmo agradece ao diretor executivo demissionário “pela dedicação e trabalho realizado à frente da Direção do FC Barcelona durante este período”.

demissão no ajax Os últimos dias têm sido de demissões no futebol europeu. Nos Países Baixos, o diretor desportivo do Ajax, Marc Overmars, demitiu-se, no domingo, no âmbito de um escândalo em que é acusado de enviar mensagens de teor sexual a diversas funcionárias do clube.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline