24/05/2022
 
 
Cimeira dos BRICS reforça projetos de cooperação

Cimeira dos BRICS reforça projetos de cooperação

No discurso que proferiu nesta última Cimeira, Xi Jinping focou a necessidade de combate conjunto à atual pandemia

"Independentemente das dificuldades que encontrarmos, a cooperação dos BRICS será capaz de ir mais longe e de forma estável desde que os cinco países que compõem este grupo [Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul] tenham o mesmo objetivo e conjuguem esforços" – afirmou o Presidente chinês, Xi Jinping, na 13.ª Cimeira dos líderes dos BRICS que decorreu “online” no passado dia 9 de Janeiro.

O Presidente chinês defendeu que os BRICS persistam na resposta conjunta às dificuldades, “praticando um multilateralismo genuíno", "promovendo a solidariedade global contra a epidemia, um crescimento aberto e inovador e o desenvolvimento comum".

Criado há 15 anos, este grupo BRICS alcançou resultados importantes e deu contribuições positivas para a paz e o desenvolvimento mundiais. Em termos económicos e comerciais, por exemplo, estima-se que o volume económico total dos cinco países representa aproximadamente 24 % do mundo, atingindo cerca de 17% do comércio mundial.

Muitos analistas assinalaram que as iniciativas da China desempenham um papel insubstituível no crescente sucesso dos BRICS. No discurso que proferiu nesta última Cimeira, Xi Jinping focou a necessidade de combate conjunto à atual pandemia, mas também aspetos de longo prazo, como a recuperação económica, a cooperação política e o intercâmbio cultural.

Atualmente, a tarefa mais urgente no mundo é a de prevenir e controlar a epidemia. Até à data, a China já forneceu mais de mil milhões de doses de vacinas a mais de 100 países e organizações internacionais, e esforçar-se-á por fornecer 2 mil milhões de doses de vacinas a países estrangeiros ao longo do ano. Além disso, a China anunciou que irá doar 100 milhões de doses de vacinas a países em desenvolvimento durante o ano, para além dos 100 milhões de dólares que doou ao Programa de Implementação da vacina COVAX.

No seu discurso, o Presidente Xi apelou à "adesão à rastreabilidade científica, à oposição à politização e estigmatização", à "prática do verdadeiro multilateralismo" e à "demonstração do devido empenho político para apoiar os esforços uns dos outros na luta contra a epidemia".

Apesar da pandemia, o ritmo da cooperação prática dos BRICS não parou. Na cidade chinesa de Xiamen foi estabelecida a base da Nova Parceria de Revolução Industrial e aprovado o Plano de Acção Anti-Terrorismo. Foi também aprovada a Declaração de Nova Deli para planear o desenvolvimento futuro.

"Num mundo interligado e globalizado, as pessoas só podem estar seguras se todos estiverem em segurança". Esta é uma frase da Declaração de Nova Deli.

A próxima Cimeira dos BRICS decorrerá na China.

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline