24/05/2022
 
 
Estados Unidos pedem à Coreia do Norte para cessar disparos de mísseis

Estados Unidos pedem à Coreia do Norte para cessar disparos de mísseis

Jornal i 17/01/2022 18:09

Durante uma conversa telefónica com os seus colegas japoneses e sul-coreanos, o enviado norte-americano para as questões da Coreia do Norte, Sung Kim, também pediu a Pyongyang para que responda favoravelmente à oferta de "diálogo", sem condições, formulada por Washington..

Os Estados Unidos pediram hoje que a Coreia do Norte "cesse as suas atividades ilegais e desestabilizadoras", depois de Pyongyang ter disparado dois novos mísseis balísticos.
Durante uma conversa telefónica com os seus colegas japoneses e sul-coreanos, o enviado norte-americano para as questões da Coreia do Norte, Sung Kim, também pediu a Pyongyang para que responda favoravelmente à oferta de "diálogo", sem condições, formulada por Washington.
Sung Kim reiterou o "compromisso inabalável" dos Estados Unidos "na defesa dos seus aliados", de acordo com um comunicado do Departamento de Estado norte-americano.
A Coreia do Norte disparou hoje dois novos projéteis -- provavelmente, mísseis balísticos, de acordo com Seul -- naquele que foi o quarto teste de armas desde o início do ano.
Pyongyang acelerou os testes de armas nas últimas semanas, com o regime de Kim Jong-Un a tentar fortalecer as capacidades militares do país, que está sujeito a pesadas sanções internacionais, enquanto recusa ofertas de diálogo dos Estados Unidos.
O enviado norte-americano observou que os testes norte-coreanos, "violando várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU", foram "os mais recentes de uma série de disparos de mísseis balísticos" este mês.
Sung Kim reafirmou, perante Seul e Tóquio, que os Estados Unidos querem trabalhar "pela desnuclearização completa da península coreana", segundo o comunicado do Departamento de Estado.
 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


Especiais em Destaque

iOnline
×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline