26/01/2022
 
 
Afinal, Matthew McConaughey não se candidatará a governador do Texas

Afinal, Matthew McConaughey não se candidatará a governador do Texas

AFP Maria Moreira Rato 07/12/2021 22:44

Há apenas duas semanas, em entrevista ao New York Times, o ator que conta com 30 anos de carreira admitiu que ponderava candidatar-se ao cargo de governador do estado norte-americano do Texas. No entanto, o também produtor, realizador e professor universitário de 52 anos parece ter mudado de ideias.

Após meses em que deu várias dicas mas revelou poucos detalhes, Matthew McConaughey anunciou os seus planos para a corrida a governador do Texas: não participará na mesma. Aos 52 anos, o artista quebrou o silêncio no passado domingo por meio da conta oficial de Instagram, explicando que ser eventualmente eleito para um cargo político não é algo que deseje atualmente.

«É um caminho que estou a optar não seguir neste momento», disse, adiantando que quer concentrar-se noutras maneiras de servir o povo do estado norte-americano do qual é natural. Num vídeo com a duração de três minutos, McConaughey falou sobre os valores de serviço e responsabilidade, bem como de problemas que acredita existirem na política local e nacional. Avançou igualmente que enquanto estava «a considerar uma candidatura a governador do Texas», acabou por «ouvir e aprender, medindo e estudando a política do Texas e a política americana», na tentativa de compreender as questões e a melhor forma de servir os cidadãos.

«Como uma criança simples, nascida na pequena cidade de Uvalde, Texas, nunca me ocorreu que um dia seria considerado um possível líder político. É um caminho humilhante e inspirador para se ponderar», porém, não é este que pretende trilhar agora. Garantiu que continuará «a trabalhar e a investir a generosidade no apoio a empreendedores, negócios e fundações» que acredita «serem líderes, estabelecimentos que estão a criar caminhos para que as pessoas tenham sucesso na vida e organizações que têm a missão de servir e construir confiança ao mesmo tempo que geram prosperidade», pois «esse é o sonho americano». 

Ainda que tenha feito este anúncio, o jornal Dallas Morning News publicou o resultado de uma sondagem que o integrava: o ator liderava e derrotava o republicano Greg Abbott, por oito pontos, e também o candidato democrata Beto O’Rourke. Já no verão passado, uma pesquisa da Universidade do Texas, em Tyler, sugeriu que 44% dos texanos votariam em McConaughey numa eleição hipotética contra apenas 35% que apostariam em Abbott, sendo que 54% acreditavam que o estado estava «no caminho errado».

Importa referir que McConaughey enfrentava um prazo determinado pelo estado, o dia 13 de dezembro, para decidir se participaria na corrida. Mesmo antes da última ronda de sondagens, especialistas políticos locais declararam que o ator tinha uma probabilidade considerável de alcançar a vitória. «Os políticos tradicionais irão criticá-lo dizendo que ninguém sabe onde ele está», disse o consultor político do Texas, Keir Murray, ao The Hollywood Reporter, no mês de outubro. «Mas, para um verdadeiro candidato de fora, é realmente vantajoso. É uma tela em branco para pintar uma candidatura e é mais difícil de ser definida desde o início – ao contrário de Beto, que tem um registo das suas posições», indicou.

O vídeo foi marcado por ideias-chave sobre o cenário político atual, como «Temos alguns problemas que precisamos de resolver», «A nossa política precisa de mais propósito», «Precisamos de mais confiança nas nossas vidas», «Os nossos filhos são o nosso maior património», «A liberdade vem com a responsabilidade» ou «Os grandes líderes servem».

Recorde-se que McConaughey enfrentou críticas no âmbito de comentários recentes que fez sobre os requisitos da vacina covid-19 para crianças, dizendo no início deste mês que, se estivesse no poder, não poderia  aprovar uma lei que ordenasse a vacinação das crianças mais pequenas. Mais tarde esclareceu que estava a referir-se a crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 11 anos e rematou que Levi, o seu filho de 13 anos, está a aderir ao processo de inoculação. Para além do rapaz, o artista é pai de Vida, de 11 anos, e Livingston, de 8, sendo as crianças fruto do casamento que tem com a modelo e empresária brasileira Camila Alves, de 39 anos.

Naquilo que diz respeito ao uso de máscara, McConaughey afirmou que este «se tornou politizado desde o início», mas não se opôs. «É uma máscara, não é a vacina. É um pequeno inconveniente para termos a liberdade a longo prazo», salientou em entrevista ao New York Times quando, há somente duas semanas, mostrou interesse em ocupar o cargo de governador do Texas. 

Ler Mais

Os comentários estão desactivados.


×

Pesquise no i

×
 


Ver capa em alta resolução

iOnline